Pages

Subscribe:

About

segunda-feira, 30 de março de 2015

Aperto fiscal reduz gasto do PAC em 31,8%

A ausência de uma lei orçamentária e o cofre do governo trancado pelo ajuste fiscal derrubaram os gastos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) a dois terços dos valores verificados no ano passado. De acordo com dados levantados pela organização não governamental (ONG) Contas Abertas, os valores pagos até o fim de fevereiro somaram R$ 7,5 bilhões, ante R$ 11 bilhões em 2014, uma queda de 31,8%. Essa cifra inclui investimentos e também gastos com custeio e inversões financeiras (aquisições como imóveis e bens) relacionados ao programa.O jornal O Estado de s. Paulo publicou um levantamento mostrando que há pelo menos 30 grandes obras paradas em todo o País, principalmente por causa dos efeitos da operação Lava Jato, que afetou a Petrobrás e as gigantes da construção civil, e também por causa do aperto fiscal. Empresários que prestam serviços ao governo federal já vinham relatando a forte desaceleração das obras do PAC.“É uma situação muito difícil para os investimentos este ano”, comentou o secretário-geral da Contas Abertas, Gil Castello Branco. “A União já apresenta retração nos dois primeiros meses, que pode ser justificada pela ausência do orçamento, mas também é fruto do ajuste, que não vai poupar os investimentos.” Ele avalia que o quadro se mostrará ainda mais grave quando saírem os dados sobre investimentos das empresas estatais do primeiro bimestre.Eles deverão mostrar mais claramente os efeitos da Lava Jato sobre os investimentos da Petrobras e também, eventualmente, sobre a Eletrobrás e outras empresas estatais federais. O Ministério do Planejamento, porém, tem outra explicação para esse fato. Segundo a pasta, o PAC entrou na fase de conclusão de sua segunda etapa, iniciada no primeiro mandato de Dilma Rousseff e, portanto, “é natural que o ritmo de pagamentos seja diferente quando comparado ao período anterior”.
Estadão

Três incêndios registrados em Fortaleza nesta segunda-feira

Resultado de imagem para Três incêndios registrados em Fortaleza nesta segunda-feiraTrês incêndios foram registrados na manhã desta segunda-feira, 30, em bairros de Fortaleza, conforme o Corpo de Bombeiros. As ocorrências foram nos bairros Mondubim, Centro e Fátima. Nos três casos, as chamas foram debeladas e não houve registro de feridos.
Por volta das 7h30min, um prédio abandonado no cruzamento da avenida Duque de Caxias com Senador Pompeu, no bairro Centro, pegou fogo. O Corpo de Bombeiros suspeita que o incêndio tenha sido iniciado por usuários de drogas, que utilizam o local. As chamas foram controladas.
No Mondubim, um incêndio atingiu uma residência por volta das 8 horas, em uma residência.  O fogo, conforme o tenente-coronel Ricardo Reis, foi provocado por um vazamento de GLP (Gás Liquefeito de Petróleo), conhecido como gás butano.
“Esses incêndios por vazamento de butano, infelizmente, são comuns. Por falta de cuidado, as pessoas podem deixar o gás se propagar. Assim, é preciso que os bombeiros sejam acionados imediatamente para evitar que fogo se propague”, explica o coronel do Corpo de Bombeiros. Em uma hora, o incêndio no Mondubim foi controlado e ninguém ficou ferido.
Na última ocorrência, manifestantes atearam fogo em uma obra de um prédio da Cameron, por volta das 8 horas. O grupo protestava contra a falta de pagamentos de salários.
Com Redação O POVO Online

Incêndio atinge prédio no Bairro de Fátima

FOTO: DIÁRIO DO NORDESTEManifestantes atearam fogo em três contêineres de um prédio da construtora Cameron, na Rua Dom Sebastião Leme, bairro de Fátima, na manhã desta segunda-feira (30/ 3), em Fortaleza.  O incêndio foi provocado por alguns operários da obra, insatisfeitos com o atraso dos salários. O Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar foram acionados para controlar o grupo. Ninguém ficou ferido.
O incêndio começou por volta das 8 horas e equipes do Corpo de Bombeiros debelaram parte das chamas, conforme o tenente-coronel Ricardo Reis. “Os manifestantes tentaram impedir o trabalho dos bombeiros, mas estamos trabalhando para controlar totalmente o incêndio. A Polícia foi chamada para evitar confrontos”, detalha.
Um dos operários da obra informou que os trabalhadores estão há um mês e 18 dias sem receber os salários e sem depósito do FGTS. Os manifestantes alegam ainda que pediram para serem demitidos, mas não tiveram retorno da empresa e não puderam procurar empregos em outros lugares.
A direção da construtora Cameron, disse que os operários serão responsabilizados. “Recebemos as fotos do incêndio, passadas por alguns moradores do local. Queremos entrar em acordo com eles sobre as questões trabalhistas, mas a partir de março demitiremos àqueles que iniciaram o incêndio”, explica a advogada da empresa, Nara Magalhães.
Ceará Agora

Novo Ministro da Educação critica Renan, Cunha e o PMDB

O novo ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, ex-funcionário do governo Lula entre 2004 e 2008, costuma criticar asperamente o PMDB e seus principais líderes. Durante palestra gravada em vídeo, quando se refere aos presidentes da Câmara, Eduardo Cunha, e do Senado, Renan Calheiros, afirma: “pelo visto não têm preocupação maior com o País” e lembra que ambos “são acusados de fatos de corrupção grave”.
Para Renato Janine Ribeiro, é “perigosa” a eleição de Cunha, que “define a pauta” da Câmara. E insiste: “É uma coisa muito grave”.
Para o novo ministro, entre os três da linha de sucessão (o vice Michel Temer, Cunha e Renan) o “único na esfera civilizada é Temer”.
Renato Janine Ribeiro diz que o PT “era o partido da ética” e concluiu que o partido de Dilma “relaxou no combate à corrupção.”
Para o novo ministro da Educação, no mesmo vídeo, “a presidente não é a mais fácil do mundo em termos de gestão, direção etc.”
Do blog Diario do Poder

Moradores do interior de Bela Cruz, tem perdido a paciência com a coelce


Os moradores da localidade de Karrasco em Bela Cruz, estão correm risco de vida com os constantes curto-circuitos que estão acontecendo na afiação elétrica, como também com as quedas dos cabos de alta tensão e falta de energia. A maioria dos moradores vem ligando e pedindo auxílio a COELCE, mas esta ainda não conseguiu solucionar o problema. Moradores informam que a demora é muito pra atender às solicitações, e quando atende não prestam serviço de qualidade, pois horas depois do atendimento, o problema volta a se repetir.
O Acaraú

Final de semana com muitas ocorrências policias em Acaraú, Jijoca, Itarema e Marco

ACARAÚ: DURANTE ASSALTO IDOSO É BALEADO NO JOELHO
Dois meliantes armados com revólver, t e em uma moto Honda CG 150, de cor vermelha, placa HYS-6428, teriam ido até um comércio no Bairro Saguim em Acaraú onde anunciaram um assalto. Segundo informações obtidas pelo Blog Vale do Acaraú 24hs, um senhor identificado como F.N.S. de 86 anos, e que estava no local, teria se negado a entregar o dinheiro, então os assaltantes teriam baleado o mesmo com um tiro no joelho, a vitima foi socorrida por populares ao hospital do município. Após cometerem o fato os criminosos fugiram do local, policiais do ronda foram acionados e realizaram uma perseguição aos suspeitos que abandonaram a moto no bairro Mucunã e fugiram a pé para um matagal próximo ao local. Os dois podem ser os mesmos que estão realizando assaltos em Acaraú com as mesmas características.
JOVENS PRESOS POR FURTOS A RESIDÊNCIAS EM ACARAÚ
Neste último sábado, 28, policiais do Ronda foram acionados via 190 por moradores de Acaraú por causa de furtos a residências que vinham ocorrendo na cidade. Os policiais fizeram então diligências onde conseguiram deter duas pessoas, sendo elas identificadas como José Jesiel Ferreira, 18, e Jeovane de Sousa Santos, 20. Os mesmos foram flagrados em posse de vários itens alimentícios, pendrives, facas e a quantia de R$ 754,00 em dinheiro. Os moradores teriam reconhecido os objetos como sendo os furtados, todos foram conduzidos a delegacia e seguida ao presídio.
POLÍCIA REALIZA PENTE FINO NA CADEIA DE JIJOCA DE JERICOACOARA
Policiais Militares realizaram na tarde do ultimo sábado, 28, uma operação "pente fino" na cadeia publica de Jijoca de Jericoacoara. A ação contou com o apoio de policiais do destacamento de Cruz, e teve a frente o novo comandante da 3a CIA do 11° BPM, o Major Raulino. Durante as diligências foram encontrados: 05 aparelhos de telefone celular; 06 carregadores; 05 cosocos (arma artesanal) ; 01 tesoura; 02 baterias extras pra celular; e 01 cachimbo caseiro para uso de crack.
JOVENS DETIDOS COM DROGAS EM ITAREMA
Por volta das 09:00 horas da manhã de sábado, 28, policiais militares realizavam rondas pela localidade de Córrego da Volta em Itarema, quando se depararam com três jovens em atitude suspeita. Na abordagem foram identificados como sendo F.S.S, 16, Luiz Carlos Oliveira Miranda, 19, e Taina Alves do Nascimento. No local onde os jovens estavam, foram encontrados cerca de 17 papelotes de cocaína, e uma certa quantia em dinheiro. Nenhum dos jovens assumiu a autoria do entorpecente, e todos foram encaminhados a delegacia para esclarecimentos.
JOVEM SOFRE ACIDENTE DE MOTO E MORRE EM ACARAÚ
Na madrugada deste domingo, 29, por volta das 05:00 horas, um jovem identificado como Lino Alan dos Santos, 15, conduzia uma moto CG 125 Fan, de placa HXL-8228 na companhia de mais duas jovens. Eles voltavam de uma seresta, quando próximo a localidade de Macajuba em Acaraú o jovem teria perdido o controle do veiculo e veio a cair for da pista. Devido a gravidade do acidente o condutor faleceu no local, as jovens tiveram escoriações pelo corpo e foram socorridas ao hospital do município. Segundo informações a vitima fatal residia na localidade do Canema.
JOVEM PRESO COM DROGAS EM MARCO
Policiais militares faziam rondas na madrugada deste domingo, 29, em Marco, quando numa abordagem de rotina flagraram o jovem Antonio Diego Alexandre Fonteles, 21, portando cerca de 15 pedras de crack, e a quantia de R$190,00 em dinheiro. Diante da suspeita de que o mesmo estivesse comercializando o entorpecente, o jovem foi conduzido a delegacia para os procedimentos cabíveis.
POLÍCIA REALIZA PENTE FINO NA CADEIA DE JIJOCA DE JERICOACOARA
Policiais Militares realizaram na tarde do ultimo sábado, 28, uma operação "pente fino" na cadeia publica de Jijoca de Jericoacoara. A ação contou com o apoio de policiais do destacamento de Cruz, e teve a frente o novo comandante da 3a CIA do 11° BPM, o Major Raulino. Durante as diligências foram encontrados: 05 aparelhos de telefone celular; 06 carregadores; 05 cosocos (arma artesanal) ; 01 tesoura; 02 baterias extras pra celular; e 01 cachimbo caseiro para uso de crack.
FUGA DE PRESOS EM ACARAÚ
Na tarde deste domingo, 29, foi registrado mais uma fuga de presos em Acaraú. Desta vez o fato se deu na cadeia pública que fica no centro do município, onde estariam dois presos acusados de arrombar e furtar residências. Eles teriam quebrado a parede do recinto que da acesso a uma avenida e fugido para rumo ignorado. Eles foram identificados como José Jesiel Ferreira, 18, vulgo “Neto do Major”, residente no Bairro Buriti, e Jeovane de Sousa Santos, 21, vulgo “Casquinha”. Qualquer informação ou denúncia pelo paradeiro dos mesmos disque 190.
Com O Acaraú e Vale do Acaraú 24 horas

Câmara pode aprovar redução da maioridade penal nessa quarta-feira

O clamor que sai das ruas e chega ao Congresso Nacional, como grito de indignação pela impunidade que marca os autores de crimes, principalmente, adolescentes, abre caminhos para a Câmara Federal aprovar, nessa quarta-feira, Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que reduz de 18 para 16 anos a maioridade penal.
Ou seja, a partir dos 16 anos autores de crimes – furtos, homicídios, latrocínios, estupros, passam a responder pela autoria dos delitos que cometerem. Hoje, a punição, quando aplicada, recai apenas sobre os maiores de idade.
A PEC da redução da maioria penal divide opiniões na Câmara Federal e no Senado. Aprová-la, para alguns, um erro e uma medida demagógica. Para outros, reduzir a maioridade penal é uma contribuição para mais uma tentativa de diminuir a impunidade.
Os defensores dessa tese consideram, ainda, que a redução da maioridade penal e inibirá jovens, conscientes de que não serão condenados, a cometer crimes. A discussão é antiga e reaparece quando os números da violência expõem a grande quantidade de menores de idade autores de homicídios, estupros e latrocínios.
O Brasil deve avançar no debate e os deputados federais não podem perder, nesta semana, a oportunidade de mudar a maioridade penal e permitir que os autores de crimes, que tenham acima de 16 anos, sejam punidos.

Cearense ganha mais de cem mil reais no programa Roda a Roda Jequiti do SBT

Um iguatuense ganhou mais de cem mil reais na noite deste domingo, dia 29, no programa “Roda a Roda Jequiti”, do Sistema Brasileiro de Televisão – SBT, comandado pelo apresentador Silvio Santos.
Francisco é natural de Iguatu, no entanto, reside no estado do Espírito Santo. Ele disputou o prêmio com duas mulheres, uma delas residente em Juazeiro do Norte, a 150 km de Iguatu. Durante a disputa, Francisco deu um show de simpatia e conhecimentos gerais, arrancando inclusive risadas do dono da emissora.
Na rodada final, cujo prêmio valia cem mil reais – mais o acumulado durante as fases anteriores -, o iguatuense acertou o país – Austrália – e levou para casa R$ 115.750,00 livres de impostos.
Programa
O Roda a Roda Jequiti acontece duas vezes por semana no canal SBT, às quartas-feiras (21h45) e aos domingos (19h). Nas quartas-feiras, o programa recebe os clientes e aos domingos apenas as Consultoras e Consultores participam.
O apresentador Silvio Santos está no comando do Roda a Roda Jequiti, que possibilita aos participantes concorrerem a prêmios especiais em barras de ouro. Até hoje, já foram pagos mais de R$ 55 milhões em prêmios aos consultores e clientes que foram sorteados para a atração.

Acidentes de trânsito custam R$ 922 mihões por ano no Ceará

Ano após ano, o número de mortos e feridos em acidentes de trânsito reflete uma verdadeira epidemia, com milhares perdendo suas vidas em todo o País. A grande quantidade de ocorrências caracteriza um grave problema de saúde pública, mas não apenas isso. Além do trauma para as famílias, elas têm causado um grande impacto bastante significativo nas finanças públicas.
O atendimento aos feridos, internação, cirurgias e reabilitação dos acidentados têm absorvido boa parte dos recursos financeiros destinados à saúde. Aqueles que apresentam sequelas irreversíveis também comprometem o setor previdenciário. Mas o custo que a perda de uma vida gera é ainda maior.
Somente no Ceará, o impacto socioeconômico dos acidentes de trânsito custou mais de R$ 922 milhões para o Estado em apenas um ano. O dado foi levantado pelo Retrato da Segurança Viária 2014, realizado pelo Observatório Nacional de Segurança Viária em parceria com outras instituições. Apesar de lançado neste ano, os dados utilizados são referentes a 2012.
O cálculo foi feito a partir do estudo "Impactos sociais e econômicos dos acidentes de trânsito nas aglomerações urbanas brasileiras", realizado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) e a Associação Nacional dos Transportes Públicos (ANTP) em 2003, que avaliou em R$ 109,1 mil o custo médio causado por mortes em vias municipais e em R$ 14,2 mil as vítimas com ferimentos.
Custo
Os valores foram reajustados ano a ano, e o resultado no Ceará foi obtido considerando os 2.485 mortos e 11.132 feridos nas vias do Estado. Em todo o País, foram gastos R$ 16,12 bilhões, dos quais R$ 10,72 bilhões foram com óbitos e R$ 5,40 bilhões com feridos. Para se ter uma ideia do custo, apenas 35 dos 5.570 municípios brasileiros têm um Produto Interno Bruto (PIB) superior a esse valor. O Nordeste é a região que consome maior percentual de seu PIB com os acidentes de trânsito, seguido pelo Norte.
Em números absolutos, o Ceará tem uma quantidade de óbitos menor apenas que a Bahia (2.969) na Região. O Estado tem a segunda cidade com trânsito mais letal do País (entre as que têm mais de 20 mil habitantes). Trata-se de Barbalha, que tem 194,4 mortes para 100 mil habitantes, superada apenas por Presidente Dutra, no Maranhão, com 237 mortos/100 mil hab.
Fortaleza é a segunda cidade com a maior taxa de mortes por 100 mil habitantes entre as mais populosas do Brasil (27,1). Recife, a primeira, tem 34,7 mortes/100 mil hab. Entre os feridos, o Ceará aparece ainda como o primeiro do Nordeste e o terceiro do País em números absolutos. À frente estão São Paulo, com 39.976 feridos, e Minas Gerais, com 18.692.
Para realizar o estudo, foram consultadas diversas fontes ligadas às áreas de saúde, transporte e trânsito, além do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O cruzamento entre as informações, entretanto, revelou a dificuldade em esboçar um panorama mais preciso, devido à falta de dados organizados, atualizados e consolidados. Assim, o que é apontado no relatório pode estar desatualizado.
A partir desta constatação, outro problema identificado foi a falta de uma gestão para a definição de indicadores, unificação da coleta de dados, monitoramento de resultados e uma atuação integrada de órgãos públicos para a execução de ações preventivas ao acidentes, realidade que existe em países semelhante ao Brasil neste quesito.
Esta realidade é bem visível no Ceará, de acordo com o promotor Gilvan Melo, do Núcleo de Atuação Especial de Controle, Fiscalização e Acompanhamento de Políticas do Trânsito (Naetran) do Ministério Público do Estado (MPE). Para ele, não se pode falar numa segurança viária efetiva. "E, da forma como está, não vamos ter nunca", ressaltou. "Só se tem segurança, com educação, valorização do agente de trânsito", defende. "Mas ninguém faz isso, ninguém qualifica profissionais corretamente", completou.
O projeto faz parte da iniciativa Global Road Safety, ligada à fundação e que possui um compromisso de investir US$ 125 milhões dentro do prazo do programa. Vinte cidades em todo o mundo foram convidadas a participar da seleção que escolheu metade delas. Além de Fortaleza, fazem foram selecionadas São Paulo, Bogotá (Colômbia) e outras cidades na África e Ásia.
Mais informações
MPE (Naetran): 3252.3769
SCSP: 3105.1464
AMC: 3433.9700
Detran-CE: 0800.275.6768

Com Folha Granjense

Compre na Famol e concorra nesta terça (31), uma moto 150cc ZERO Km

É nesta terça-feira (31/03)!
A Famol, informa que o sorteio da MOTO 150CC ZERO KM será realizado nesta terça-feira (31/03), às 18:00hrs, em frente à loja. Os moradores de cidades vizinhas e do interior também poderão acompanhar o sorteio, através da Rádio Meio Norte 93,1 e Rádio Liberdade 90,3, que transmitirão ao vivo. Você que mora na cidade pode se fazer presente e abrilhantar ainda mais este momento especial. A equipe da Famol, está pronta para receber você e sua família com o carinho e a dedicação merecidos.
Quem ainda não está participando da Promoção de Aniversário FAMOL, aproveite as super ofertas que foram preparadas para você: Veja AQUI e AQUI.
(88) 3621 0231
(88) 9703 0002

Instagram: @famolmoveis

Empregador tem que pedir seguro-desemprego para funcionário demitido

Para tornar mais rápido o atendimento ao pedido e dar maior segurança às informações sobre os trabalhadores, o Ministério do Trabalho e Emprego determinou que as empresas passem a preencher o requerimento do seguro-desemprego de seus empregados pela internet. A medida começa a valer na próxima quarta-feira, 1º de abril, de acordo com resolução do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador. Os empregadores só poderão preencher o requerimento do seguro-desemprego e a comunicação de dispensa de trabalhadores por meio do aplicativo Empregado Web, disponível no Portal Mais Emprego, do ministério. A entrega dos  formulários impressos, utilizados hoje, será aceita até 31 de março. Segundo o ministério, o sistema dará maior rapidez à entrega do pedido, além de garantir a autenticidade dos dados, e possibilitará o cruzamento de informações sobre os trabalhadores em diversos órgãos, facilitando consultas necessárias para a liberação do seguro-desemprego.
Agência Brasil

Menina síria comove ao erguer as mãos ao confundir câmera com arma

Uma menina síria de quatro anos teria levantado as mãos para o alto como se estivesse se rendendo ao confundir uma câmera fotográfica como uma arma.
A imagem comovente foi compartilhada pela fotojornalista Nadia Abu Shaban no Twitter.
Na legenda da foto, Nadia diz que a criança pensou que o fotógrafo estava com uma arma quando apontou a câmera para clicá-la.
Compartilhada no Imgur (site de hospedagem de fotos), a imagem foi visualizada por mais de 1,8 milhão de pessoas.
G1

Marinha Mercante abre 80 vagas para formação de oficiais

A Marinha Mercante divulgou edital de processo seletivo para 80 vagas para admissão aos Cursos de Adaptação a Segundo Oficial de Máquinas (ASOM) e de Adaptação a Segundo Oficial de Náutica da Marinha Mercante (ASON). São 40 vagas para o Asom, sendo 20 para o Rio de Janeiro e 20 para Belém; e outras 40 vagas para o Ason, sendo 20 para o Rio de Janeiro e 20 para Belém. Os cursos terão início em 14 de setembro. No site do Centro de Instrução Almirante Graça Aranha (Ciaga), é possível ver o edital (acesse aqui).
Podem se inscrever candidatos de ambos os sexos, brasileiros natos ou naturalizados, com idade mínima de 18 em 14 de setembro de 2015. Para o curso de adaptação a segundo oficial de máquinas (ASOM), é necessário ter bacharelado em engenharia: naval, mecânica, de petróleo, industrial mecânica, produção, mecatrônica, metalúrgica, de energia, elétrica, eletrotécnica, eletrônica, automação ou automação e controle, ou bacharelado: ciências náuticas, ou tecnologia: construção e manutenção de sistemas de navegação fluvial, construção naval, manutenção de sistemas de máquinas e equipamentos, manutenção industrial, mecânica, mecânica industrial, fabricação mecânica, processos de produção, metalurgia e materiais, automação industrial ou mecatrônica. 
Para o curso de adaptação a segundo oficial de náutica (ASON), é necessário ter Bacharelado: qualquer engenharia, ciências náuticas, astronomia, oceanografia, meteorologia, matemática, física, química, química industrial, química do petróleo, estatística, economia, administração, administração industrial ou informática, ou tecnologia: sistemas de navegação, construção e manutenção de sistemas de navegação fluvial, sistemas de telecomunicações, construção naval ou naval, ou licenciatura: matemática, física ou química. As inscrições devem ser feitas de 30 de março a 29 de abril. O órgão ainda não informou qual o site ou endereço para os candidatos efetuarem as inscrições. A taxa é de R$ 50. A seleção será feita por meio de exame de conhecimentos, seleção psicofísica, teste de avaliação psicofísica e período de adaptação no Ciaga e Ciaba. O exame de conhecimentos será aplicado nos dias 30 e 31 de maio.

8 remédios que parecem inofensivos mas que podem fazer mal

"O uso exagerado de qualquer medicamento pode levar a riscos", afirma Amouni Mourad. A cientista é assessora técnica do Conselho Regional de Farmácia de São Paulo. Em entrevista a Exame.com, ela falou sobre alguns remédios que, embora sejam benéficos quando usados corretamente, podem fazer mal ao paciente em determinadas circunstâncias.
Antibióticos: "O grande problema no uso de antibióticos é a utilização não só na dose correta como no período correto", afirma Amouni. Quando isso não acontece, o antibiótico mata apenas as bactérias mais fracas. As mais resistentes sobrevivem e proliferam. O resultado é que o tratamento da infecção passa a exigir remédios mais caros, mais tóxicos e que precisam ser tomados por mais tempo.
Paracetamol: Tomar paracetamol diariamente por vários anos pode ter consequências ruins para a saúde. Pelo menos, é o que aponta um estudo da universidade inglesa de Leeds. De acordo com o trabalho, a ingestão exagerada do medicamento pode causar problemas cardíacos, renais e intestinais. O medicamento é um dos analgésicos mais usados no tratamento de dores e febre.
Antigripais: Quem toma remédios por conta de hipertensão deve ter atenção na hora de comprar medicamentos contra gripe. De acordo com Amouni, a presença de anti-inflamatórios não esteroidais na composição de antigripais pode diminuir a ação dos anti-hipertensivos.
Anticoncepcionais: A ingestão exagerada de pílulas anticoncepcionais pode causar trombose. A doença é caracterizada pela coagulação do sangue dentro de vasos sanguíneos, que pode ser fatal. "A condição de risco de eventos trombóticos é maior durante o primeiro ano de uso da pílula anticoncepcional", explica Amouni. Segundo ela, fatores como ser obesa ou fumante elevam o risco de ocorrência de trombose.
Dipirona: Usada no combate a cólicas e febres, a dipirona pode ter efeitos colaterais ruins. De acordo com Amouni, a ingestão exagerada do remédio pode causar tremores, náuseas e reações alérgicas - como a asma. Além disso, a dipirona pode causar agranulocitose, doença caracterizada por uma grande redução no sangue do número de glóbulos brancos (células responsáveis pelo combate a infecções bacterianas) e que pode ser fatal.
Dorflex: Um levantamento realizado em 2013 pela consultoria IMS Health apontava o Dorflex como o remédio mais vendido do Brasil. Ele é indicado para dores -- especialmente dores musculares. O medicamento contém o analgésico dipirona, o relaxante muscular orfenadrina e cafeína, que age como estimulante. Na bula, alterações do ritmo cardíaco, enjoos e reações alérgicas são alguns dos possíveis efeitos colaterais atribuídos ao remédio.
Vitamina D: A vitamina D é um nutriente que ajuda na formação dos ossos e no equilíbrio dos níveis de cálcio no organismo. Porém, quando ingerida em doses diárias superiores a 50 miligramas, ela se torna tóxica. "Os primeiros sintomas de intoxicação com vitamina D são perda do apetite, náuseas e vómitos, seguidos por sede excessiva, aumento da emissão de urina, fraqueza, nervosismo e hipertensão arterial", afirma Amouni.
Sibutramina: Indicada para tratamente da obesidade, a sibutramina é popular entre pessoas que querem perder peso. Mas seu uso indiscriminado pode ser nocivo. De acordo com a bula, a sibutramina pode causar aceleração dos batimentos cardíacos, náuseas e até delírios nas quatro primeiras semanas de uso. Dor de cabeça e tontura também são observadas em alguns casos..

Viúva que se casou novamente deve continuar recebendo pensão

O INSS deve continuar a pagar o benefício de pensão por morte a uma viúva, mesmo após ela ter se casado novamente. No entendimento do juiz Federal convocado Ferreira Leite, da 9ª turma do TRF da 3ª região, o novo matrimonio não alterou sua condição financeira. A apelação foi interposta pela mulher contra sentença de improcedência do pedido de restabelecimento de pensão por morte ajuizado em face do INSS em decorrência do óbito de seu primeiro marido. A viúva recebeu a pensão desde o óbito do segurado. Mas, por ter se casado novamente, teve cessado seu benefício quando seu filho mais novo com o falecido completou 21 anos de idade. No entendimento do relator do processo na Corte Federal, as novas núpcias não alteraram a condição financeira da mulher, razão pela qual não se descaracterizou a dependência econômica estabelecida quando o benefício foi concedido. "Comprovado nos autos que não houve alteração da situação econômica da autora com o novo casamento, deve ser reformada a sentença de improcedência do pedido inicial. O restabelecimento do benefício cessado indevidamente deve ter como termo inicial a data do ato de cancelamento", disse o magistrado.

Prefeitos cearenses ainda estão dependendo do TSE

A pouco mais de um ano para a realização das eleições municipais de 2016, os eleitores de cinco municípios aguardam o julgamento de processos na Justiça Eleitoral que põem em risco os mandatos dos prefeitos eleitos ainda em 2012. Os gestores de Canindé, Tururu, Pereiro, Boa Viagem e Itaitinga já foram cassados pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), mas estão mantidos nos cargos durante o período que esperam o julgamento no Tribunal Superior Eleitoral.
Na última semana, os juízes do Tribunal Regional Eleitoral decidiram realizar uma eleição suplementar em Araripe no próximo dia 17 de maio. Os diplomas do prefeito e do vice-prefeito de Araripe, José Humberto Germano Correia e Guilherme Lopes de Alencar, eleitos em 2012, foram cassados pelo TRE por abuso de poder político. A decisão foi ratificada pelo ministro do TSE, João Otávio de Noronha. Ambos foram condenados por terem feito a contratação de servidores públicos, em caráter temporário, no período vedado pela legislação.
A situação vivida pelos eleitores de Araripe, no entanto, não foi a primeira no Estado após a eleição de 2012 e pode não ser a última até a disputa de 2016. Em 2013, o TRE já realizou eleições suplementares nos municípios de Tarrafas e Meruoca. As cidades de Canindé, Tururu, Pereiro e Boa Viagem também correm o risco de serem submetidas a outro processo eleitoral pelo fato de os gestores que aguardam o julgamento terem sido eleitos com mais de 50% dos votos.
Os eleitores de Itaitinga não correm o mesmo risco pelo fato de a vitória do prefeito Abel Cercelino Rangel Júnior ter ocorrido com o apoio de menos de 50% dos votos válidos.
Em Canindé, o prefeito Celso Crisóstomo foi eleito em 2012 com 76% dos votos válidos, mas teve o registro de candidatura cassado pelo TRE por ter tido as contas desaprovadas no Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), com nota de improbidade administrativa, referentes aos exercícios de 2002 e 2003 como titular da Secretaria Municipal de Educação de Canindé.
Monocrática
O prefeito Celso Crisóstomo recorreu ao TSE e, apesar de o ministro João Otávio de Noronha ter decidido, de forma monocrática, por afastar a inelegibilidade do gestor, a coligação adversária recorreu, atrasando o encerramento do caso e deixando o eleitorado de Canindé sem saber se passará por outro processo eleitoral antes de 2016.
Em Tururu, o prefeito Nonato Bonfim f e o vice tiveram os mandatos cassados pelo TRE por contas desaprovadas. Ambos recorreram junto ao TSE e, em novembro do ano passado, em decisão monocrática, houve uma decisão favorável. A chapa derrotada em 2012, porém, recorreu.
Os eleitores de Pereiro também aguardam uma definição da situação no município. O prefeito João Francismar Dias e o vice Cláudio Júnior tiveram os mandatos cassados sob a justificativa de desaprovação das contas. O vice ainda é acusado de captação ilícita de votos. Ambos recorreram junto ao TSE e aguardam o julgamento.
Em Boa Viagem, o prefeito Fernando Assef é alvo de dois processos. Em ambos, o TRE decidiu pela cassação do mandato, mas ele recorreu junto ao TSE e também espera o julgamento.
Na fase do registro de candidaturas, o gestor chegou a ser declarado como inelegível pela mesma razão, mas obteve o registro já depois do processo eleitoral ao recorrer junto ao TSE.
Já em Itaitinga, o prefeito e a vice são investigados sob a acusação de terem distribuído brindes em troca de votos, além de não terem comunicado despesas com a instalação de comitês. Em dezembro, em decisão monocrática no TSE, os diplomas foram mantidos, mas o candidato derrotado, José Nilson de Lima Santos, assim como seu partido, o PT, recorreram da decisão, deixando a situação pendente.
Fonte: Diário do Nordeste

FPM de março apresentou queda de 27,16% em relação a fevereiro

O terceiro decêndio de março do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) será de R$ 1.863.188.591,73, descontada a retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). O repasse será feito na próxima segunda-feira, dia 30. O montante bruto é de R$ 2.328.985.739,66.
Os três decêndios deste mês somam R$ 6.046 bilhões. Em 2014, no mesmo mês a soma foi de R$ 5.404 bilhões. Portanto, houve crescimento de 11,88%, em termos reais – que considera a inflação.
Por outro lado, em relação a fevereiro deste ano, o FPM de março apresentou queda de 27,16%. Mas, a Secretaria do Tesouro Nacional (STN) informou que este 3.º repasse do mês foi 15,37% maior que a última estimativa divulgada dia 13 de março. Para abril a previsão é de um crescimento de 12% em relação a março.
Acumulado
No acumulado de 2015, o FPM soma R$ 22.578 bilhões. No mesmo período de 2013, o acumulado ficou em R$ 23.268 bilhões. Em termos reais, o FPM está 2,96% menor do que o mesmo período do ano anterior.

Ônibus da Guanabara que seguia do Ceará para Paraíba foi assaltado na noite de sábado

Um ônibus da Expresso Guanabara foi assaltado na noite deste sábado (28), por volta das 20h30min, por um suposto passageiro armado com revólver que rendeu o motorista e o obrigou a mudar de rota. O ônibus, que havia saído do Crato/Ce com destino a João Pessoa/PB, foi levado para a zona rural de Milagres, onde outros bandidos esperavam para dar apoio a ação criminosa.
O motorista do ônibus, José Fernando Monteiro da Cruz, informou à polícia militar que o assaltante usava a carteira de identidade com o nome de Júlio Anderson da Conceição Sá, e teria embarcado na cidade de Missão Velha/CE. Ao chegar na BR 116, na altura do Sítio Malhada, em Milagres, o mesmo sacou um revólver e anunciou o assalto, obrigando o condutor a adentrar em uma estrada carroçável. Em seguida, o suposto passageiro contou com o apoio de um veiculo Gol, de cor vermelha, de placas não anotadas, ocupado por outros elementos.
No matagal, o bando subtraiu vários pertences dos passageiros, como celulares, bolsas, dinheiro, joias, e depois da limpa, fugiram sem deixar pistas. O motorista e os passageiros seguiram para Milagres, porém, só conseguiram registrar o ocorrido no município de Brejo Santo, junto ao quartel da Polícia Militar.
As informações foram confirmadas neste domingo pelo soldado Lima da PolÍcia Militar de Milagres. Segundo ele, após o assalto, o ônibus retornou para Brejo Santo, onde foi feito o registro. Quando o fato foi comunicado, policiais Militares dos Destacamentos de Milagres, Barro e Mauriti fizeram diligências no intuito de localizar os assaltantes, entretanto, até o presente momento não havia nenhuma informação dos criminosos.
via WhatsApp

Salário mínimo subiria de R$ 788 para R$ 804 com reajuste pelo novo PIB

O salário mínimo seria hoje R$ 16 mais alto se a nova metodologia de cálculo do PIB (Produto Interno Bruto) estivesse em vigor desde o início do governo Dilma Rousseff.
A nova conta, adotada neste ano pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e estatística), resultou em valores mais elevados do PIB, cujo crescimento serve de base para o reajuste do mínimo.
Se adotados os números recalculados, como reivindicam centrais sindicais, o salário mínimo passaria dos atuais R$ 788 para R$ 804 mensais, com um ganho de 2% em seu poder de compra.
Se a variação parece pequena, o impacto no Orçamento federal seria uma despesa adicional de R$ 6 bilhões anuais em benefícios como aposentadorias, pensões, seguro-desemprego e abono salarial.
O gasto extra tornaria ainda mais difícil o cumprimento da meta de poupar R$ 66,3 bilhões neste ano para o abatimento da dívida pública.
Segundo lei aprovada em 2011, no início do primeiro mandato de Dilma, o piso salarial é elevado, a cada 1º de janeiro, de acordo com a variação da inflação nos 12 meses anteriores e a expansão do PIB de dois anos antes.
Com base nessa regra, o salário mínimo, de R$ 510 ao final de 2010, teve uma alta nominal de 54,5%. Para esse aumento foram consideradas as taxas de crescimento econômico entre 2009 a 2013.
Pela metodologia anterior do IBGE, o PIB acumulou alta de 14% nesse período, numa média de 2,6% ao ano. Com a mudança de critérios, os valores do PIB e as taxas de expansão anteriores foram recalculadas, e a alta média anual passou a 3,1%.
O salário mínimo já era reajustado pela variação do PIB desde o segundo governo Lula, mas a fórmula só se tornou lei há quatro anos. Logo, o pleito sindical de correção dos valores deve se concentrar nesse período.
Ainda assim, a lei aprovada não parece dar margem a um questionamento na Justiça para a aplicação das novas taxas do PIB.
Pelo texto, “será utilizada a taxa de crescimento real do PIB para o ano de referência, divulgada pelo IBGE até o último dia útil do ano imediatamente anterior ao de aplicação do respectivo aumento real”. Ou seja, não se considera a hipótese de revisão posterior da taxa. (click na imagem para ampliá-la).
Apesar da restrição, as centrais sindicais ainda contam com o argumento político de que os avanços da economia não foram incorporados como deveriam ao piso salarial.
Fonte: Folha de São Paulo

Brasil: satélite de R$ 750 mi levará banda larga a todo o país

O Brasil prepara o lançamento de um satélite geoestacionário de comunicação para proporcionar banda larga a todos os municípios do país, anunciou nesta quarta-feira em Nova Délhi o ministro da Ciência e Tecnologia, Marco Antônio Raupp,que participa da comitiva da presidente Dilma Rousseff, no país asiático para o encontro do Brics, que acontece nesta semana.
O país busca na Índia uma cooperação técnica para o satélite, cuja construção e lançamento, sob responsabilidade da Telebras e da Embraer, tem um custo avaliado de R$ 750 milhões. Apenas o lançamento custará US$ 80 milhões, cerca de US$ 150 milhões.
"Vamos fazer um concurso internacional que abre a possibilidade a uma cooperação tecnológica importante", disse o ministro. O satélite de comunicação dará opção a todos os municípios brasileiros a acessar a banda larga para os serviços de internet e telefonia móvel 3G.
Brasil, Índia e África do Sul - três integrantes do grupo dos emergentes Brics, ao lado de China e Rússia - também discutirão nos próximos dias o lançamento de outro satélite para a observação do clima no Atlântico Sul, o que permitirá fazer as medições necessárias para "entender as anomalias com o campo magnético terrestre que deixam passar as radiações ultravioletas".
Com a China, país com o qual mantém uma intensa cooperação desde os anos 80 - com o lançamento conjunto de três satélites -, o Brasil prevê o lançamento de um satélite este ano e outro em 2014, informou o ministro, que considera "estratégica" a cooperação Sul-Sul.
Durante a visita bilateral à Índia na sexta-feira, Raupp assinará com as autoridades indianas um acordo para o programa "Ciências Sem Fronteiras", que permitirá o treinamento no exterior de estudantes e especialistas brasileiros nas áreas das ciências naturais e engenharia.

Repasses para programas assistenciais estão em atraso

cras-642x336O repasse do governo federal, referente ao cofinanciamento dos programas e serviços sócio assistenciais, estão em atraso. Segundo informações da Confederação Nacional de Municípios (CNM), há atrasos na verba destinada a proteção social básica e a proteção social especial de média e alta complexidade. O Fundo Nacional de Assistência Social (FNAS) diz que a demora para aprovação do Orçamento Geral da União (OGU) para o ano de 2015 causou os atrasos. Mas informa que não há previsão para regularização das transferências.
Ainda segundo justificativa do Fundo, outra causa para o não repasse da verba foi a constatação de problema com a tecnologia, especificamente nos sistemas que geram as ordens de pagamento. Assim, os pagamentos estão ocorrendo manualmente. No entanto, FNAS informou: os Municípios que ainda possuem saldo em suas contas terão prioridade nas ordens de pagamento, isso se deve em função da necessidade de continuidade na oferta dos serviços socioassistenciais.
Para Confederação, a estratégia é ineficiente uma vez que há Municípios com as contas zeradas desde novembro passado, tendo de manter os programas e serviços com recursos próprios. Para a entidade, esses sim deveriam ter prioridade nos repasses. A CNM chama atenção ainda para a necessidade de investimentos sólidos e regulares na Política de Assistência Social. Isso, porque as principais ações estão ligadas a garantia do acesso à direitos e são de caráter continuado, e atende, deste crianças, a idosos e jovens em situação de vulnerabilidade.
Dados
Segundo a entidade, dados da Pesquisa de Informações Básicas Municipais (Munic 2013) realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) comprovam essa afirmativa. Pela pesquisa, no país, atualmente, existem 7.986 Centros de Referência de Assistência Social (Cras), em 5.437 Municípios; e 2.229 Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas), em 2.032 Municípios. Em relação a 2009, os números representam crescimento de 44,9% no caso dos Cras, e 79,9% no caso dos Creas.
Isso, alerta da CNM, significa dizer que 99% dos Municípios brasileiros ofertam algum serviço ou programa da Política de Assistência Social, administrando mais de 12 contas em uma única política pública, nas quais exigem sempre o aporte de recursos próprios como requisito da Lei Orgânica da Assistência Social – Lei 8.742/1993. Além de cofinanciamento federal, os Municípios também investem recursos próprios e ficam com todas as despesas com pessoal. Por isso, a CNM lembra que com a falta das transferências governamentais as responsabilidades e as despesas municipais dobram.
Com informações da CNM

Mais um ministro pode ser vítima de “sincericídio”

levy e dilmaMais um ministro pode ser vítima de seu “sincericídio”. Após a queda de Cid Gomes do Ministério da Educação, por dizer que na Câmara dos Deputados haviam de “300 a 400 achacadores”, agora o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, corre o risco de ter o mesmo destino. Mas em vez de acusar parlamentares, o ministro acabou fazendo declarações polêmicas contra a própria presidente da República, Dilma Rousseff.
Em um evento fechado, Levy disse que a presidente Dilma Rousseff demonstra um “desejo genuíno” de acertar, mas não o faz “da maneira mais fácil” e “efetiva”. A declaração, feita em inglês para dezenas de alunos da escola de Negócios da Universidade de Chicago, foi divulgada pelo portal da Folha de S.Paulo no sábado. Na noite de sábado, Levy divulgou nota em que diz ter sido mal interpretado.
No mesmo dia, várias lideranças políticas criticaram a declaração afirmando que ela pode contribuir para enfraquecer o governo em um momento em que ele já está fragilizado. Eles já admitiam que Levy será convidado a se explicar melhor sua fala na audiência a que comparecerá, terça-­feira, na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado. O Planalto não quis se pronunciar sobre o caso.
Com Ceará Agora

Governo enfrenta fracasso do programa de 6.000 creches

crecheA presidente Dilma Rousseff enfrenta mais uma cobrança de promessas feitas em campanhas eleitorais e não cumpridas. Agora, na agenda da oposição, o programa lançado, na campanha de 2010, de construção de 6.000 creches e pré-escolas em todo o país. O programa está na gaveta e tem um número insignificante de creches e pré-escolas construídas em relação aos números da promessa de Dilma.
A execução do projeto é um dos principais desafios a ser enfrentados pelo novo ministro da Educação, o filósofo e professor da USP Renato Janine Ribeiro. Janine foi escolhido, na última sexta-feira, em substituição ao cearense Cid Gomes. Cid deixou o cargo ao se confrontar com a Câmara Federal, onde, segundo ele, existem 300, 400 achacadores.
As obras do programa sofreram atrasos a partir do processo licitatório. Para acelerar a entrega das unidades, o governo federal substituiu o modelo de alvenaria por um pré-moldado e fez um edital único para a contratação de fornecedores em todo o país.
O novo formato tornou-se obrigatório para as prefeituras receberem a ajuda do governo federal para as obras da educação infantil. A exceção ficou restrita a capitais e grandes cidades, que puderam manter licitações próprias para as creches.
A intenção do Ministério da Educação era liberar os municípios do processo de licitação. Sem essa etapa, a obra poderia ser concluída num prazo de seis meses, segundo previsão do MEC. O resultado, no entanto, não saiu como o esperado.
No ano passado, quando esse formato foi adotado, o desembolso foi de 25,3% dos R$ 3,5 bilhões previstos para o programa. Em 2012, ano de melhor execução até aqui, o percentual chegou a 44,3% dos R$ 2,4 bilhões previstos.
A dificuldade em encontrar um terreno no tamanho exigido para a construção e deixá-lo pronto para a obra também são apontados como fatores para o atraso. Das empresas contratadas, ouviu dois motivos para a demora na execução das obras: a dificuldade em encontrar matéria-prima para o modelo pré-moldado e o aumento do custo da construção.

Governo federal atrasa verbas do Pronatec e escolas ameaçam suspender aulas

Escolas técnicas participantes do Pronatec decidiram suspender as aulas do programa e demitir professores, devido aos atrasos no pagamento do Governo Federal. A gestão da presidente Dilma Rousseff ainda não repassou recursos equivalentes às aulas de novembro, dezembro e janeiro. Até 2014, a União pagava até 45 dias após cada mês letivo.
Outro programa no Pronatec é que a União ainda não informou às escolas quantos novos alunos poderão ingressar no programa nestre ano. As aulas foram adiadas em um mês, com previsão agora para início de junho. Os colégios já se preparam para receber menos alunos.

Morre a jornalista Beatriz Thielmann, da Globo

Morre a jornalista Beatriz Thielmann, da GloboMorreu neste domingo (29), aos 63 anos, a jornalista Beatriz Thielmann, da Globo.
Ela lutava contra um câncer grave desde o ano passado. Em comunicado oficial, a Central Globo de Comunicação lamenta a perda e ressalta que Beatriz era uma profissional brilhante e uma colega de trabalho sem igual.
Beatriz tinha mais de 30 anos de carreira, trabalhando sempre na Globo. Começou como estagiária e também foi editora de texto, antes de ser repórter.
Ela foi a primeira repórter da Globo a entrevistar Fidel Castro, em 1987. Thielmann viajou com o ministro das Relações Exteriores na época, Abreu Sodré, e mais uma equipe de sete jornalistas e colunistas. Era a única repórter de televisão e sua entrevista obteve grande repercussão.
A jornalista também acompanhou, por quase 20 dias, uma viagem do então presidente da República, José Sarney, à União Soviética e ao Leste Europeu, lugares considerados proibidos pelos presidentes ocidentais na época, por causa da Guerra Fria.
E cobriu importantes momentos do Brasil, como a promulgação da Assembleia Nacional Constituinte em 1988, a eleição e morte de Tancredo Neves, a implantação do Plano Cruzado e a visita do Papa Francisco ao Rio, entre outros.
Na Globo, teve reportagens no "Bom Dia Brasil", "Jornal da Globo", "Jornal Nacional", "Globo Repórter" e Globo News, cobrindo áreas como cidade, economia e política.
Em 2003, Beatriz Thielmann escreveu o livro “De Mulheres para Mulheres” com a médica Odilza Vidal, contando o que a medicina apresentava para a vida da mulher depois dos 40 anos.
Ela também roteirizou e dirigiu dois documentários:  “O Bicho Dá. O Bicho Toma” (2005) e “Vento Bravo” (2007).
Beatriz deixa dois filhos. Ainda não há detalhes de seu velório e enterro.