Pages

Subscribe:

About

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

"O PT ajudou mais o Nordeste", reconhece FHC

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) defendeu, nesta quinta-feira (23), o legado tucano para o País e disse que o PT utiliza a tática de demonizar as administrações do partido para tentar reconstruir a história. Apesar da crítica, FHC reconheceu os avanços promovidos pelo PT nos últimos doze anos e disse que as gestões da presidente Dilma Rousseff e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fizeram mais pelo Nordeste do que quando ele comandou o governo federal.
"Não tenho dúvidas que o governo do PT ajudou mais o Nordeste. Eles foram beneficiados pela conjuntura favorável e ampliaram os programas sociais. Obviamente, com a prosperidade de 2004 a 2009, houve mais possibilidade de ampliar os programas sociais", reconheceu, em entrevista à Rádio Jornal do Recife.
Apesar disto, FHC destacou que durante a sua administração o Nordeste brasileiro jamais foi preterido e que dizer que o PSDB tem preconceito contra a região é um ponto "perigoso". "O primeiro programa de seguro contra a seca foi no meu governo. O Porto de Suape, em Pernambuco, foi finalizado no meu governo. Pecém (CE) foi iniciado no meu governo. Dizem que não fizemos nada em energia. Das cinco unidades de Paulo Afonso, três foram no meu governo. Então não tem sentido. É eleitoreiro e até perigoso lançar parte do Brasil contra parte do Brasil", ressaltou o ex-presidente.
Fernando Henrique Cardoso também destacou que os ataques do PT contra o PSDB seriam uma tentativa de reconstrução da história "denegrindo o que foi feito no passado para exaltar o que foi feito depois. "Não precisava dizer que avançou por aqui, por aí, como é natural. O Brasil está progredindo. Não precisava ficar jogando pedra no passado", pontuou. Segundo ele, isso teria se tornado "uma obsessão do PT e da presidente Dilma".
Ele também observou que, diferente das eleições anteriores, quando o PSDB "teria escondido" a sua gestão, Aécio "teve uma atitude corajosa". "O clima era tão pesado que os candidatos do PSDB tinham medo de perder eleitores se defendessem o governo. Uma coisa errada, podiam ter defendido. Agora, o Aécio teve uma atitude corajosa. Ele enfrentou e o resultado é positivo. Ele está aí, competitivo", disse.
FHC também condenou o fato de o PT querer utilizar "escândalos que não existiram" com finalidade eleitoral. "Quando vejo a presidente Dilma, e fico triste com isso porque acho que ela tem mais integridade, falar dos escândalos do PSDB. Ela falou duas vezes sobre uma tal de pasta rosa que ninguém lembra mais, mas eu lembro. Quando fizemos a intervenção do banco Econômico encontramos uma pasta cor de rosa com uma relação de pessoas que tinham recebido contribuição de campanha. Só que eram campanhas de 94, antes da minha eleição. Portanto não tinha nada a ver com o PSDB. Não tinha escândalo. Não havia legislação para punir. É assim. Eles montam como se houvesse um tremendo escândalo", disparou. "Já disse ao Aécio que tem que enfrentar tudo", completou.
Ele também ressaltou que a alegação do PT de que o PSDB quebrou o País três vezes é falsa. "Tiramos o Brasil da moratória e restabelecemos o fluxo financeiro internacional. Lembro que o Brasil pediu empréstimos ao FMI por duas vezes. Sendo que o segundo empréstimo foi para que o governo Lula, que ia assumir em 2003, pudesse começar em ordem e pelo que pudesse vir com a eleição do Lula", afirmou. Usando de ironia, FHC disse que a presidente Dilma merecia o "Prêmio Nobel de tanta incompetência em economia".
Questionado pelo entrevistador Geraldo Freire sobre a crise no abastecimento de água em São Paulo, onde vive, FHC disse não sofrer com o problema. "Nesse momento tem. Como é prédio, sempre guarda água. Eu nunca sofri falta de água", afirmou.

Advogado de doleiro: Veja mentiu sobre Dilma

A tentativa de golpe da Editora Abril contra a democracia brasileira não durou um dia. Menos depois de 24 horas após circular com uma edição extra, acusando a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula de "saberem de tudo" sobre o esquema denunciado na Petrobras, o "depoimento" do doleiro Alberto Youssef foi desmentido por ninguém menos que seu próprio advogado, o criminalista Antonio Figueiredo Basto.
"Eu nunca ouvi nada que confirmasse isso (que Lula e Dilma sabiam do esquema de corrupção na Petrobras). Não conheço esse depoimento, não conheço o teor dele. Estou surpreso", afirmou Basto. "Conversei com todos da minha equipe e nenhum fala isso. Estamos perplexos e desconhecemos o que está acontecendo. É preciso ter cuidado porque está havendo muita especulação", alertou o advogado.
A edição de Veja foi antecipada para esta quinta-feira para tentar interferir na sucessão presidencial, sobrepondo-se à soberania popular. Ontem, pesquisas Ibope e Datafolha confirmaram a liderança da presidente Dilma Roussef nas pesquisas eleitorais.
Os responsáveis diretos pelo atentado à democracia cometido pela Editora Abril são o diretor de Redação de Veja, Eurípedes Alcântara, o executivo Fábio Barbosa, que conduz a gestão da empresa, além dos acionistas da família Civita. Conduziram o jornalismo brasileiro a seu momento mais irresponsável, mais vil e mais torpe.
Fonte: 247

Eleitor fora do domicílio terá de justificar ausência do voto em 60 dias

“O eleitor que estiver fora do domicílio eleitoral neste domingo (26) terá até 60 dias para preencher o Requerimento de Justificativa Eleitoral e justificar a ausência do voto. O documento pode ser acessado gratuitamente nos sites do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e dos Tribunais Regionais Eleitorais, cartórios eleitorais, postos de atendimento ao eleitor e, no dia da votação, nos locais destinados à justificativa.
Para estar quites com a Justiça Eleitoral, o eleitor que estiver fora do domicílio poderá procurar, ainda hoje, os postos de justificativa, incluídos nos sites dos tribunais regionais, preencher o requerimento e entregá-lo aos mesários.
Caso o requerimento não seja entregue no dia da votação, o eleitor tem até 60 dias, a partir de amanhã, para levá-lo pessoalmente a qualquer cartório eleitoral ou enviá-lo, via postal, ao juiz da zona eleitoral onde está inscrito. Nas duas hipóteses, o requerimento deve ser acompanhado de documento comprovando as razões da ausência. Conforme técnicos do TSE, serão aceitos passagens ou atestado médico.
De acordo com os técnicos, quem deixou de votar no primeiro turno, mesmo sem justificar a ausência, poderá votar normalmente no domingo. Os eleitores que estiverem nessa situação terão de, obrigatoriamente, justificar ausência até 4 de dezembro. Não há limite para justificativas.”
Fonte: Agência Brasil

Dilma vai acionar judicialmente a Revista Veja

A presidente Dilma Rousseff, por meio da Coligação “Com a Força do Povo”,  vai acionar judicialmente a revista Veja nesta sexta-feira (24) em razão das informações publicadas em sua mais recente edição, em quatro ações criminais e em outras quatro ações eleitorais.
As ações judiciais criminais são: ação penal por calúnia e difamação contra o repórter que assina o texto e contra a revista; pedido de investigação à Procuradoria Geral da República (PGR) para que apure o suposto vazamento de parte da delação de Alberto Yousseff; pedido ao Supremo Tribunal Federal (STF) para que apure o suposto vazamento de parte da delação de Alberto Yousseff; pedido de indenização do PT por imagens.
As ações judiciais eleitorais são: pedido de direito de resposta na revista, no site da revista e nos demais veículos que reproduzirem a matérias, com pedido de liminar para que o direito de resposta seja exibido imediatamente;pedido para proibir que a revista faça qualquer tipo de publicidade do conteúdo da revista, por configurar publicidade em desfavor de campanha; representação junto ao TSE para que se investigue os abusos cometidos pela Veja ao longo da campanha eleitoral; pedido para que o Facebook retire o conteúdo da reportagem da rede, por se tratar de publicidade irregular.

Após bate-boca, polícia é chamada para esvaziar Câmara de vereadores no Ceará

A troca de acusações entre vereadores da base de apoio do prefeito e da oposição tumultuou a sessão desta quinta-feira (23) da Câmara de Limoeiro do Norte. A discussão teve início durante o pronunciamento do vereador Marduque Duarte (PSDB), que foi à tribuna para rebater as denúncias contra o atual prefeito Paulo Duarte (DEM), apresentadas pelo presidente da Câmara, Heraldo Holanda (PSD).
Marduque também apontou como corruptos os membros do grupo de opositores, ligados ao ex-prefeito João Dilmar (SD). Holanda solicitou um aparte para intervir no discurso, mas teve o pedido negado pelo líder do prefeito.
Com o fim do pronunciamento, por conta da negativa, Heraldo Holanda fez críticas ao vereador da base governista, que levantou a voz contra o colega parlamentar. O bate-boca com dedos em riste teve início e resultou na suspensão da sessão. No entanto, a tensão nos corredores da Câmara continuou, com grande presença de apoiadores dos dois grupos políticos. Os trabalhos chegaram a ser retomados, mas a sessão foi logo encerrada após protestos da população.
A Polícia Militar foi acionada para manter a ordem e conter qualquer ato de violência dentro da Câmara Municipal de Limoeiro do Norte, que só deverá voltar a se reunir na próxima semana.

Aartistas globais prometem processar Aécio por uso indevido de imagem em campanha política

GlobaisNa última terça-feira (21), foi um dia difícil para o candidato Aécio Neves, que despertou ódio de artistas globais. A atriz Leticia Sabatella denunciou, em seu perfil no Facebook, uma propaganda política do ex-governador de Minas Gerais. A publicação causou bastante polêmica e gerou uma série de compartilhamentos. Veja:
‘‘Acabo de assistir, com muita indignação, um vídeo de propaganda política pró candidato Aécio Neves, utilizando imagens de vários atores que haviam sido feitas pra campanha do Gota D’água, contra a realização da Usina de Belo Monte, em defesa das populações e das áreas atingidas, naquela região. Eu quero deixar bem claro, que isto é um roubo, um desrespeito. Eu não vou votar em Aécio Neves! Nenhum daqueles atores deram sua autorização para constar suas imagens e depoimentos, descontextualizados, naquele vídeo de propaganda pró PSDB! Trata-se de uma enorme MENTIRA!  Quem puder , por gentileza, compartilhe. Grata.

Leticia Sabatella’’.

O vídeo do movimento ‘‘Gota D’água que se fala no texto é esse:

Neves teria supostamente usado as imagens das celebridades que aparecem no vídeo, tais como Maitê Proença, Isis Valverde, Juliana Paes e outros.
De acordo com sites de entretenimento, vários artistas globais estão irritados com o neto de Tancredo Neves. Alguns pretendem até processar Aécio Neves.

A educação de Aécio: Em MG,professor desmente governo e mostra holerite. Ouça!


Educacao

Ex-diretor denuncia caixa 2 na campanha de Eduardo Campos para governo de Pernambuco

: Em depoimento da delação premiada, o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa afirmou que intermediou em 2010 o pagamento de R$ 20 milhões para o caixa 2 da campanha de Eduardo Campos (PSB), na época candidato à reeleição ao governo de Pernambuco. Nos autos da Operação Lava Jato, consta que Costa denunciou o ex-ministro Fernando Bezerra, da Integração Nacional do governo Dilma Rousseff (PT) como operador da transação. Bezerra foi eleito senador pelo PSB de Pernambuco e foi ex-braço direito de Campos. Costa relatou ao Ministério Público Federal (MPF), antes, que Bezerra pediu a ele o dinheiro para ser usado na campanha de Campos, morto tragicamente em um acidente de avião. Também foram apontados pelo ex-diretor pelo menos 32 deputados e senadores do PSDB, PT, PMDB e PP com esquemas de propina nas obras da refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco. O doleiro Alberto Youssef, preso desde 17 de março, também faz delação premiada e já citou 28 parlamentares. Na época, o ex-ministro Bezerra era secretário de Desenvolvimento do governo do Estado e presidente do Porto de Suape (entre 2007 e 2010), onde foi construída a refinaria. O ex-ministro, em resposta, afirmou que as declarações buscam “manchar a memória” de Eduardo Campos.

Deputado trava avenida em carro de som e pede votos a Dilma

O segundo deputado estadual mais votado na Bahia, Pastor Sargento Isidório (PSC), não para que querer chamar a atenção. Mais uma vez, subiu em um carro de som e começou a gritar pedindo votos à presidente Dilma Rousseff (PT). Na tarde desta quinta-feira (23), ele resolveu atrapalhar o trânsito na Avenida Paralela – uma das mais movimentadas da capital baiana. O parlamentar declarou apoio à petista desde o primeiro turno das eleições, contrariando a decisão do partido em apoiar Aécio Neves (PSDB). Do alto do carro, segurando uma bandeira do PT, o cristão também agradecia aos 123 mil votos que obteve nas últimas eleições. Sempre utilizando de artifícios estapafúrdios, o parlamentar se mantém sob os holofotes. No início do mês, Isidório chamou a atenção de quem passava pela frente da Assembleia Legislativa da Bahia. Também em cima de um carro de som, gritava pela petista com danças esdrúxulas. Na eleição passada, o cristão era conhecido por suas passagens pelas ruas segurando um botijão de gás na cabeça. Uma ação de marketing que não precisou de profissional para fazer Isidório um dos deputados mais votados da Bahia.

Luz do sol pode reduzir ganho de peso e controlar diabetes

A exposição ao sol pode desacelerar o ganho de peso e o desenvolvimento de diabetes tipo 2, segundo pesquisa realizada em ratos. Cientistas descobriram que a radiação ultravioleta nesses animais superalimentados fez com que os animais comessem menos. Mas a vitamina D, produzida pelo corpo em resposta à luz solar, não estaria envolvida no fenômeno, disse o estudo. Após o tratamento com luz ultravioleta, os ratos do estudo também apresentaram menores sinais de alerta de diabetes tipo 2, tais como níveis anormais de glicose e resistência à insulina (condição em que a insulina produzida pelo corpo é insuficiente ou ineficiente para processar a glicose nas células). Estes efeitos estavam ligados ao óxido nítrico, que é liberado pela pele após a exposição à luz solar. O mesmo efeito foi obtido quando um creme contendo este composto foi aplicado sobre a pele dos ratos. Os pesquisadores disseram que os resultados devem ser interpretados com cautela, pois ratos são animais noturnos, cobertos de pelo, e que normalmente não são expostos a muita luz solar. A descoberta, feita por cientistas de Edimburgo (Escócia), Southampton (Inglaterra) e Perth (Austrália), foi divulgada na publicação científica Diabetes.Mais pesquisas são necessárias para descobrir se a luz do sol tem o mesmo efeito em humanos, disseram especialistas. "Nós sabemos de estudos epidemiológicos que aqueles que tomam sol vivem mais do que aqueles que passam a vida na sombra. Estudos como esse nos ajudam a entender como o sol pode ser bom para nós", disse Richard Weller, professor de dermatologia da Universidade de Edimburgo. "Precisamos lembrar que o câncer de pele não é a única doença que pode matar e talvez devessemos equilibrar o nosso conselho de exposição ao sol". Shelley Gorman, do Instituto Telethon Kids, de Perth, na Austrália, e principal autora do estudo, disse que os resultados mostraram que a luz do sol era um elemento importante de um estilo de vida saudável. "Eles sugerem que a exposição ocasional da pele à luz solar, juntamente com a prática de exercícios e uma dieta saudável, pode ajudar a prevenir o desenvolvimento da obesidade em crianças".
As informações são do portal de notícias Terra.

Camilo lidera entre eleitores de Dilma

Apesar de ambos os candidatos a governador do Ceará que disputam o segundo turno declararem voto em Dilma Rousseff (PT), os eleitores da presidente e candidata à reeleição têm uma clara preferência, segundo o Datafolha.
A votação de Camilo Santana (PT) entre eleitores que declaram intenção de votar em Dilma é mais do dobro da de Eunício Oliveira (PMDB). O petista tem 63% entre esses eleitores, contra 26% do peemedebista.
Já entre quem vota em Aécio Neves (PSDB), que declarou apoio a Eunício, o peemedebista tem 74% das intenções de voto, frente a 18% do petista.
A margem de erro é de três pontos percentuais. O Datafolha ouviu 1.240 eleitores na última quarta-feira, 22. A pesquisa foi contratada pelo O POVO, em parceria com Folha de S.Paulo. O número de registro no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) é CE-00034/2014 e BR-01162/2014.

Ex-diretor da Petrobras diz que pagou R$ 20 mi a caixa 2 de Campos

eduardo-campos-psb1O ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa afirmou em depoimento da delação premiada dos autos da Operação Lava Jato que intermediou em 2010 o pagamento de R$ 20 milhões para o caixa 2 de campanha de Eduardo Campos (PSB), então candidato à reeleição ao governo de Pernambuco – Campos foi reconduzido ao cargo com 80% dos votos. Segundo Paulo Roberto Costa, o operador da transação foi o ex-ministro Fernando Bezerra, da Integração Nacional do governo Dilma Rousseff, eleito senador pelo PSB de Pernambuco e ex-braço direito de Campos.
Em 13 de agosto, candidato à Presidência, Campos morreu tragicamente num acidente aéreo.
Costa disse ao Ministério Público Federal – em um dos vários depoimentos prestados entre agosto e setembro – que Bezerra pediu a ele o dinheiro para ser usado na campanha à reeleição do então governador pernambucano. O ex-diretor da Petrobras, que aceitou colaborar com a Justiça em troca da redução de pena, também apontou o envolvimento de pelo menos 32 deputados e senadores e o PT, o PSDB, o PMDB e o PP com os esquemas de propina nas obras da refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco.
A delação de Costa foi homologada pelo ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal. Ele disse que os R$ 20 milhões foram entregues a Bezerra pelo doleiro Alberto Youssef. Também alvo da Lava Jato, o doleiro está fazendo delação premiada e citou 28 parlamentares. Youssef está preso em Curitiba, desde 17 de março.
Na época, o ex-ministro Bezerra era secretário de Desenvolvimento do governo do Estado e presidente do Porto de Suape (entre 2007 e 2010), onde foi construída a refinaria. Era ele quem tratava institucionalmente com os responsáveis pela obra de Abreu e Lima. Iniciada em 2008, a obra ainda não foi concluída, mas já está com superfaturamento, segundo relatórios do Tribunal de Contas da União (TCU) e da Procuradoria da República.
Costa era quem presidia o conselho de administração da Refinaria Abreu e Lima S/A, empresa constituída pela Petrobras para tocar as obras avaliadas inicialmente em R$ 2,5 bilhões e que já consumiu mais de R$ 20 bilhões, segundo o Ministério Público Federal.
Bezerra foi secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco até 2011. Depois foi indicado por Campos para ocupar o cargo de ministro da Integração Nacional.
Como presidente da Suape e secretário de Estado, era ele quem negociava diretamente com a Petrobras e a empresa criada para tocar a obra, que tinha Paulo Roberto Costa como presidente do Conselho de Administração. À Justiça Federal, na ação penal sobre superfaturamento, desvios de recursos na obra, Costa e Youssef revelaram que o PT, o PMDB e o PP lotearam as diretorias da Petrobrás e montaram um esquema de propina paga por construtoras que abasteceu o caixa 2 dos partidos, principalmente para campanha de 2010.
A empresa é a mesma apontada por Costa por ter pago o achaque de R$ 10 milhões que teria sido feito entre 2009 e 2010 pelo então presidente nacional do PSDB, senador Sérgio Guerra, para abafar a CPI da Petrobrás. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.
estadao-conteudo

Empresa disponibiliza 200 vagas para atendentes

mercado-telemarketing-2010As 200 vagas de emprego estão sendo ofertadas pela empresa Contax, e são para atendentes de Contact Center no Ceará. A empresa deixa claro que não é necessário ter experiência. Os candidatos devem enviar currículo para o nbholanda@contax.com.br com o assunto  “Atendente de Call Center”, ou ir a sede da empresa na Avenida Dom Luís, em  Fortaleza, com currículo e documentos de identificação pessoal.
A empresa informa que é preciso ser maior de 18 anos, ter ensino médio completo, conhecimentos básicos em informática e possuir disponibilidade de horário. Aos selecionados é oferecido, salário compatível com o mercado, vale transporte, vale alimentação, plano de saúde e odontológico, seguro de vida, desconto em faculdades, auxílio creche (para mulheres), entre outros e o contrato terá carteira assinada . Maiores informações: (85) 3231-9472 ou 3253-1278.

Homem é acusado de estuprar cinco irmãs, três sobrinhas e a filha de 11 anos

A Polícia Militar prendeu, nesta quarta-feira (23), o servente de pedreiro Damião Antônio da Silva, de 35 anos, residente na zona rural de Caririaçu, sob a acusação de estuprar cinco irmãs, três sobrinhas, e sua própria filha, de 11 anos. Ele foi levado à Delegacia Regional de Polícia Civil de Juazeiro do Norte, onde prestou depoimento.
O caso veio à tona quando umas das vítimas, de apenas 12 anos, revelou à mãe que não era mais virgem. A vítima contou que, desde os seis anos de idade, o tio a estuprava. Em sequência, a mãe denunciou o irmão na Delegacia de Caririaçu e confessou também ter sido abusado por Damião, assim como suas outras quatro irmãs quando tinham em torno da mesma idade da filha, seis anos.
A partir da denúncia, a polícia começou as investigações e acabou descobrindo mais outras duas vítimas, sobrinhas do estuprador, que também foram abusadas sexualmente aos seis anos. Sob suspeitas de também ser vítima dos crimes do pai, a filha do pedreiro, de 11 anos, foi submetida a um exame médico legal, no qual foi confirmado o estupro. A garota confessou que o fato já se dava há algum tempo e ela, assim como as demais, era ameaçada de morte caso contasse para outra pessoa.
Por medida de segurança, Damião foi levado para a carceragem da Polícia Civil, em Juazeiro do Norte, e se encontra incomunicável. O pedido de prisão preventiva já está sendo providenciados pela polícia. As vítimas do estuprador estão sendo acompanhadas pelo psicólogo Ronaldo Costa, do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) de Caririaçu. Ronaldo confessa que o número de casos relacionados à violência sexual registrados nos últimos meses no município são alarmantes.

Governo Dilma é avaliado positivamente por 61% dos eleitores cearenses

dilma e cid em aracaju“O desempenho de Dilma Rousseff (PT) é avaliado positivamente por 61% dos eleitores cearenses, que classificam o governo da petista como “ótimo” ou “bom”. O dado integra nova rodada da pesquisa O POVO/Datafolha, que aponta nota média de 7,7 para a gestão. Segundo o levantamento, 30% dos eleitores consideram o governo como “regular”. Já percentual dos cearenses que consideram a gestão como “péssima” é de 8%.
Durante a campanha eleitoral, o número dos que consideram o governo “ótimo” ou “bom” teve aumento de 6%, saindo de 55 pontos na pesquisa de 11 de agosto até 61% na atual.
O índice de “péssimo” teve seu ápice nos primeiros dias de setembro, quando ficou em 12%. Agora, já reduziu quatro pontos percentuais até os 8%. Movimento semelhante ocorreu com os que avaliavam o governo como regular. Inicialmente com 33 pontos, índice reduziu com a campanha e chegou aos 30%.”
Via Blog do Eliomar

Jornalista denuncia como funciona a “venda casada” entre a revista Veja e o Jornal Nacional

Um dos mais respeitados jornalistas brasileiros, Luis Carlos Azenha, que possui passagens importantes pela Globo e Record, inclusive como correspondente internacional, publicou nesta sexta-feira (24) em seu blog Viomundo, uma matéria em que relata como funciona a “venda casada” entre a revista Veja e o Jornal Nacional - (clique AQUI)
O texto traz relatos de Azenha desde 2006, quando fez sua primeira cobertura de eleição presidencial, cuja tarefa nas semanas finais da campanha foi a de acompanhar o candidato tucano Geraldo Alckmin. De volta à redação paulista da emissora, ouvia reclamações de colegas sobre a cobertura desigual. As reclamações partiam de uma dúzia de colegas, alguns dos quais continuam na Globo.
De tudo o que viveu naquele 2006, no entanto, o que mais marcou Luis Carlos Azenha foi a descoberta in loco, não como observador externo, mas como testemunha ocular, da “venda casada” entre a revista Veja e o Jornal Nacional. Ela se repetiu em 2010 e já aconteceu em 2014. Hoje, dia do debate entre Dilma Rousseff e Aécio Neves na emissora, teremos ocasião de ver se a parceria está em pleno vigor. Vamos ver quantos minutos o JN dedicará à capa da Veja horas antes do debate final que antecede o segundo turno. Façam suas apostas.

PT enxerga vitória, mas recomenda "salto baixo"

Embora os levantamentos realizados por institutos de pesquisa e registrados na Justiça Eleitoral, apontem, em um quadro geral, empate técnico entre a presidente Dilma Rousseff e o candidato do PSDB, Aécio Neves, as pesquisas internas do PT revelam uma vantagem de seis pontos da petista sobre o tucano.
Segundo Tereza Cruvinel, a recomendação no partido, no entanto, é de salto baixo até o domingo 26. "Com uma diferença de seis pontos já podemos pensar na vitória. Mas a recomendação do partido é evitar salto alto e foguetório antes de domingo e não aceitar provocações", diz um alto dirigente petista, de acordo com o blog da jornalista no 247.

No último debate, Dilma listará propostas e Aécio tentará expor contradições

A apenas dois dias do segundo turno da eleição, a presidente Dilma Rousseff (PT) e o senador Aécio Neves (PSDB) prometem trabalhar como primeiro plano para seu último debate na TV a apresentação de propostas ao eleitor. Pelas regras do debate que será realizado nesta sexta-feira, a partir das 22 horas, pela TV Globo, os dois candidatos ficarão dispostos em pé num cenário em forma de arena, semelhante ao que foi usado nos debates finais nas campanha de 2006 e 2010. Dilma e Aécio irão interagir com eleitores indecisos, que farão perguntas sobre temas variados. Essa interação está programada para o segundo e quarto blocos do debate. No primeiro e no terceiro blocos, os candidatos farão perguntas entre si com tema livre. Tentando manter a confiança mesmo diante de resultados adversos de pesquisas eleitorais, tucanos apostam que o debate ajudará a definir muitos votos que hoje estão no universo dos indecisos. Para a campanha de Aécio, o próprio formato do encontro favorecerá o tucano. Já a preparação de Dilma envolve um condicionamento psicológico para que ela enfrente as esperadas provocações de seu adversário. No comitê petista, há uma preocupação com o equilíbrio emocional de Dilma, que chegou a passar mal após o debate realizado na semana passada do SBT. A presidente tem sido orientada por sua equipe a se concentrar nas propostas para seu segundo mandato. Para interlocutores da presidente, o formato do debate, com a participação de eleitores indecisos, favorece a apresentação das propostas e a defesa dos programas já implantados.Diante disso, a campanha providenciou um reforço nos números. A ministra do Planejamento, Miriam Belchior, uniu-se à equipe de preparação de Dilma com a missão de municiá-la com dados sobre o governo. Além de Miriam, participam da preparação de Dilma os coordenadores Miguel Rossetto, Aloizio Mercadante, o publicitário João Santana, o ex-ministro Franklin Martins e o ministro da Comunicação Social, Thomas Traumann, além de Sandra Brandão, conhecida como “Google do Planalto”, responsável por oferecer à presidente informações sobre todos os programas existentes no governo. Se por um lado o formato do debate é visto por petistas como uma oportunidade de dialogar de forma mais propositiva com o eleitor, no ninho tucano esse aspecto é comemorado. Isso porque o comitê de Aécio acredita que o senador mineiro leva vantagem nesse tipo de abordagem por ter mais desenvoltura verbal que Dilma e também por atuar mais à vontade na linguagem corporal. De acordo com tucanos mais ligados à campanha do senador, até aqui Dilma atuou em ambientes “artificiais”, seja em seu programa eleitoral, seja nos debates anteriores, em que ambos ficavam separados e isolados em púlpitos e espaços delimitados. Ainda que admitam que a linha inicial será propositiva, tucanos dizem que Aécio deverá explorar aspectos contraditórios do discurso da presidente, bem como temas sensíveis ao mandato. Ou seja, inflação, baixo crescimento e aspectos econômicos voltaram para o cardápio que Aécio deverá oferecer à Dilma. Aécio também deverá explorar o discurso de que Dilma seria a primeira presidente a encerrar um mandato num panorama pior do que começou. Interlocutores do senador mineiro dizem que, apesar das críticas que vem sofrendo por causa do tom de suas falas nos debates anteriores, a abordagem não deverá mudar. Existe um receio no comitê petista de que Aécio tente se colocar no papel de vítima neste último debate, mas essa hipótese, em princípio, parece descartada. Tucanos alegam que Aécio se defende na medida em que é atacado e que o tom é adequado ao tipo de debate proposto pela petista nos encontros anteriores.
Fonte: iG

Aliados de Camilo evitam o “já ganhou”

Líderes da campanha do candidato Camilo Santana (PT) à sucessão estadual evitaram comemorar o resultado da última pesquisa Datafolha, em que coloca o petista com 14 pontos percentuais de vantagem sobre o candidato Eunício Oliveira (PMDB). Conforme o levantamento publicado ontem, Camilo possui 57% das intenções de voto, enquanto Eunício oscilou com 43% dos votos válidos.
Apesar de a pesquisa apontá-lo como vitorioso, se a eleição fosse hoje, Camilo Santana afirmou ao Jornal O Estado que continuará a gerir sua campanha, sem ter por base os levantamentos publicados. O candidato reafirmou que o último resultado do Datafolha trata-se de um recorte do momento que reproduz o ânimo do eleitor.
O petista destacou que vai trabalhar até o último dia do processo eleitoral, levando suas propostas e ouvindo as suas demandas. “Vou continuar dizendo aos cearenses o que foi feito de bom e o que ainda vai ser feito, nos próximos quatro anos, para contribuir para que a população tenha mais qualidade de vida”, reforçou Camilo.
O secretário de Saúde do Estado, Ciro Gomes (Pros), que também coordena a campanha do petista, publicou, na manhã de ontem, em sua página pessoal do Facebook, palavras de alerta aos militantes e pediu que os aliados não “deem bola às pesquisas”. De acordo com Ciro, apesar de “indicarem vitória”, os militantes não podem desanimar e lutar até o encerramento da votação do próximo domingo. “Elas nos indicam a vitória! Pouco importa! O nosso Ceará está ameaçado! Lutemos! Até às cinco horas da tarde do dia 26”, disse, em um dos trechos do post.
Em seguida, Ciro afirma que o adversário político do petista, Eunício Oliveira, ainda representa “uma ameaça”, para a vitória de Camilo. “A maldade e a picaretagem vão nos ameaçar até esta hora! Vamos lutar para proteger nosso Ceará! [sic]”.
Já o presidente estadual do PT, De Assis Diniz (PT), que também coordena a campanha de Camilo, afirmou que a relação estratégia e resultado de pesquisa são coisas que caminham paralelamente. “A pesquisa motiva, a pesquisa dá ânimo, mas a pesquisa é leitura do momento”, disse, frisando que, apesar do resultado favorável, não se pode baixar a guarda.
Para o petista, a pesquisa vai possibilitar que se tenha ânimo para seguir com as estratégias, mas não significa que a eleição está decidida. “Não podemos baixar a guarda e deixar as coisas folgadas”, finalizou.
Durante o primeiro turno, Camilo Santana sempre esteve em segundo lugar nas pesquisas de intenção de voto, contudo, venceu o primeiro turno com cerca de 40 mil votos de diferença do candidato peemedebista, contrariando os resultados dos levantamentos.
SILÊNCIO
O jornal O Estado tentou contato com o candidato Eunício Oliveira, através da assessoria de comunicação, mas não obteve resposta até o fechamento desta edição. Aliado do peemedebista e articuladores da campanha também não se manifestaram sobre o resultado da pesquisa Datafolha.

Por injúrias a Camilo, Justiça concede mais 12 minutos de direito de resposta à coligação

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) concedeu, nesta quinta-feira (23/10), mais de 12 minutos de direito de resposta a Camilo Santana em inserções de rádio e TV, em razão de propagandas injuriosas e difamatórias do candidato adversário, Eunício Oliveira. Desse total, 3 minutos e 16 segundos foram para o programa de rádio e outros 8 minutos e 45 segundos em inserções de televisão.
Nos últimos três dias, foram mais de 14 minutos concedidos pela Justiça Eleitoral. Ontem (22/10), o TRE já havia assegurado 1 minuto e 15 segundos de direito de resposta e proibido a veiculação de inserções na televisão de Eunício Oliveira, por conterem informações ofensivas, injuriosas e difamatórias contra Camilo. Na última terça-feira, a Justiça Eleitoral havia garantido mais 01 minuto e 03 segundos de direito de resposta para Camilo no programa de rádio do candidato adversário.
De acordo com as decisões da Justiça, as inserções de Eunício tratam de fatos sabidamente inverídicos e ofensivos à honra e à imagem de Camilo, o que motivou o deferimento do pedido de direito de resposta e a proibição da veiculação das inserções do candidato do PMDB.

Opinião - Do Jornal do Brasil: Tentativa de golpe

Tentativa de golpe. Políticos estão horrorizados com o jogo  baixo que está sendo feito nestas eleições. Denúncias não verdadeiras, vazamento das declarações de dois contraventores, doleiros, e de um criminoso como Paulo Roberto Costa, só estão sendo usadas porque a democracia permitiu a delação premiada. No entanto, não se esperava que ela fosse usada para uma tentativa de golpe.

Termina nesta sexta-feira o horário eleitoral gratuito

“A dois dias do segundo turno das eleições, termina nesta sexta-feira (24) a propaganda eleitoral gratuita veiculada no rádio e na televisão. Também é a data limite para a divulgação paga de propaganda eleitoral na imprensa escrita e para a realização de debates. Nesse último caso, a transmissão não deve ultrapassar a meia-noite. É nesta sexta-feira o último dia para que os presidentes das mesas comuniquem à Justiça Eleitoral que não receberam o material destinado à votação de domingo (26).
Carro de alto-falante ou amplificadores de som para divulgação de propaganda está permitido até sábado (25), véspera da votação, entre as 8h e as 22h. A distribuição de material gráfico, a realização de caminhadas, passeatas e carreatas, além da divulgação de jingles ou mensagens dos candidatos podem ser feitas também até as 22h.
No segundo turno das eleições, neste domingo (26), cerca de 143 milhões de eleitores estão aptos a votar para presidente da República e governadores de 13 estados e do Distrito Federal. Apesar do horário de verão nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, a votação será feita das 8h às 17h, obedecendo o horário local.”
Fonte: Agência Brasil

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Dilma abre 42 pontos no Nordeste (68%); Aécio caiu em todas as regiões

Avaliação da gestão da presidente também melhorou: porcentual que considera governo ótimo ou bom pulou de 43% para 45%.
A candidata do PT à reeleição, Dilma Rousseff, passou de 56% para 68% dos votos totais no Nordeste, abrindo 42 pontos de vantagem sobre o concorrente do PSDB, Aécio Neves. É a região do País onde a diferença entre os dois adversários é a maior. O tucano caiu em todas as regiões, menos no Sudeste - a única em que lidera com vantagem acima da margem de erro: 47% a 39%.
A petista subiu 14 pontos no Sul, 6 no Norte/Centro-Oeste e oscilou 1 ponto para cima no Sudeste.
A avaliação da gestão Dilma também melhorou: a parcela da população que considera o governo ótimo ou bom passou de 43% para 45%. Já os que veem a gestão como ruim ou péssima passaram de 25% para 23%. O desempenho pessoal da presidente é aprovado por 56% dos eleitores.
Fonte: Estadão

Época: "Dificuldade em Respeitar as Mulheres" é 1 dos 3 motivos da queda de Aécio

No quesito respeitar as mulheres, Aécio Neves tem um episódio em seu recente passado que lhe traz uma imagem péssima perante a sociedade e, principalmente, diante das mulheres.
Segundo o jornalista Juca Kfouri, quando Aécio era governador de Minas, em 2009, deu um empurrão e um tapa em sua acompanhante, durante uma festa da Calvin Klein, no Hotel Fasano, no Rio. Horas depois da matéria ser publicada, a assessoria de imprensa de Aécio entrou em contato com o jornalista desmentindo e alegando ser calunia, mas o Kfouri manteve a notícia, até hoje, no ar em seu blog na UOL (Veja Aqui).
O Colunista da revista ÉPOCA, Felipe Patury publicou uma nota, "Campanha de Aécio avalia que três motivos o fizeram cair nas pesquisas", e durante o texto menciona que um dos motivos para a queda de Aécio seria "Dificuldade em Respeitar as Mulheres". Leia o texto:
A partir de pesquisas qualitativas, a campanha presidencial do senador Aécio Neves (PSDB) concluiu que três motivos fizeram as intenções de votos do candidato cair nos últimos levantamentos eleitorais. Todos os fatores são vinculados a discursos do PT e da presidente Dilma Rousseff.
O primeiro é a inserção petista de 30 segundos, transmitida pelas emissoras de televisão em horário nobre, na qual o locutor diz que "Aécio tem mostrado dificuldade em respeitar as mulheres". Trata-se do vídeo com a segunda maior audiência no canal oficial da campanha de Dilma no YouTube. Publicado no sábado, o vídeo tem 335 mil visualizações.
Outros dois motivos são as sequências de críticas que Dilma fez nos debates e em seus programas de televisão aos governos de Aécio em Minas Gerais e à falta de água em São Paulo, estado governado pelo tucano Geraldo Alckmin.
Segundo o núcleo de comunicação de Aécio, esses assuntos pegaram, principalmente, entre os indecisos. Levantamentos do Datafolha mostram que, nos últimos seis dias, as intenções de votos de Aécio caíram de 51% para 48% e as de Dilma subiram de 49% para 52%.

Evangélicos se revoltam contra Zorra Total por sátira a igreja

Um quadro do Zorra Total exibido no último sábado (18) pela Globo está revoltando os evangélicos.
No humorístico, um falso pastor fez uma sessão de descarrego, tirou o encosto de uma pessoa e induziu os fiéis a pagarem dízimos mais altos.
Rodrigo Sant´anna (Admílson) finge ser pastor e cria a Igreja Admilsista do Sétimo Dígito, alusão à Igreja Adventista do Sétimo Dia, para ganhar dinheiro.
No final, ele é desmascarado.
Para religiosos, a igreja satirizada pelo Zorra Total nada tem a ver com a Adventista, e sim com as neopentecostais, como a Universal do Reino de Deus, de Edir Macedo, e a Mundial do Poder de Deus, de Valdemiro Santiago.
Gilberto Theiss, bacharel em Teologia e pastor da Igreja Adventista, repudiou a sátira e criticou o humorístico. "O Zorra Total é um programa tão imbecil que seus quadros só raramente causam alguma repercussão, e mesmo quando o fazem é por causa de polêmicas que rebaixam ainda mais a ´reputação´ que o programa tem", escreveu em seu blog.
O mestre em Teologia Michelson Borges considera o que a Globo fez como blasfêmia e desrespeito contra os adventistas. "Usaram dezenas de vezes as palavras ´aleluia´ e ´glória´, em meio ao puro deboche, pronunciadas por personagens ridículos", protestou em seu blog.
Nas redes sociais, telespectadores se sentiram ofendidos e condenaram a emissora. "Globo, sabemos que vocês não precisam apelar para o ´humor´. O que passou ontem no Zorra Total foi uma ofensa para milhões", comentou Nathan Lins no Twitter.
"Sinto-me profundamente ofendido com um quadro no Zorra Total que vocês zombam dos evangélicos, principalmente dos adventistas", revoltou-se Nadson Lima.
Outro telespectador chamou o programa de "lixo": "Lamentável, Globo, brincar com o nome da Igreja Adventista do Sétimo Dia, fazendo uma paródia absurda em seu programa (lixo) Zorra Total", escreveu Julio Ribeiro.
Neste ano, a Globo já causou revolta entre evangélicos ao exibir no programa Tá no Ar a sátira Crents, referência à série Friends. No quadro, os humoristas cantavam "Pago o dízimo, 10% para o pastor".
Procurada pelo Notícias da TV, a Globo esclarece que o quadro é ficcional e nega ter preconceito com a igreja evangélica.
"Zorra Total é um programa humorístico, que não tem outro objetivo senão o de entreter e divertir, sem compromisso com a realidade, como registramos ao final de cada episódio.
A Globo respeita a diversidade e repudia qualquer preconceito. O Admílson é claramente um personagem cômico que se coloca em variadas situações, tendo sempre o humor como pano de fundo", explica a emissora em nota.
Fonte: Notícias da TV