Pages

Subscribe:

About

sexta-feira, 29 de julho de 2016

Bandidos fazem um "arrastão" na UPA de Caucaia

UPA de CaucaiaMais um hospital é invadido por bandidos na Grande Fortaleza. Foi o quarto caso registrado somente neste mês de julho de ataques a unidades de Saúde. Desta vez, o “alvo” de criminosos foi a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade de Caucaia, na Região Metropolitana da Capital. Homens  armados invadiram o prédio no fim da manhã desta quinta-feira (28) e fizeram um “arrastão”.
Conforme o relato da Polícia,  eram vários bandidos portando  revólveres e pistolas que invadiram  o Setor de Triagem, onde pacientes e  seus acompanhantes aguardavam o momento do atendimento nos consultórios médicos.
Os bandidos agiram de forma violenta e rápida, rendendo um segurança e roubando celulares, bolsas e outros objetos das vítimas. Todos viraram reféns. Um dos ladrões ainda penetrou em um dos consultórios e roubou o celular de um médico plantonista. O aparelho chegou a ser rastreado pela Polícia, sendo localizado o sinal em Fortaleza.
Os ladrões  fugiram sem que fossem identificados. Policiais militares do Ronda do Quarteirão de Caucaia e do 12º BPM fizeram diligências na área, mas não conseguiram localizar os assaltantes. Câmeras do sistema de vigilância eletrônica do hospital podem ter captado as imagens do crime, o que auxiliará a Polícia Civil na investigação.
Quarto
Além do assalto ocorrido na UPA de Caucaia, na manhã de ontem, outros dois hospitais e uma clínica médica particular  foram palcos de violência neste mês de julho.
Veja os casos.
1 – Dia 8 de julho – Bandidos armados invadem o Hospital Distrital  Maria José Barroso de Oliveira, o popular “Frotinha” de Parangaba, e dali resgatam o preso e também paciente Francisco Antônio Azevedo Fernandes, que estava baleado e internado sob escolta de policiais militares.  Os PMs foram rendidos e desarmados. Câmeras filmaram toda a ação dos bandidos. Eles fogem levando o comparsa e as armas e coletes dos militares.
2 – Dia 17 de julho – Homens armados invadem o Hospital e Maternidade Nossa Senhora das Graças, no Município de Cascavel (a 53Km da Capital), na Região Metropolitana de Fortaleza, após uma briga em um posto de combustíveis. Ali, eles sacam armas de fogo e passam a atirar, matando o paciente Mauremberg Santos de Moura, que havia ficado ferido a golpes de gargalo de garrafa na briga e estava sendo atendido no setor de suturas. O médico plantonista, Eduardo de Lima, sofreu um tiro na perna, fraturando o fêmur.
3 – Dia 25 de julho – Bandidos armados invadiram uma clínica médica de oftalmologia na Rua Rui Barbosa, bairro Aldeota. Pacientes, familiares e funcionários foram mantidos como reféns por cerca de 40 minutos, sob a mira de armas. O crime foi filmado e praticado por dois jovens e uma garota. Até agora ninguém foi preso.
Por Fernando Ribeiro

0 comentários:

Postar um comentário