Pages

Subscribe:

About

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Em apenas um ano, oito políticos foram assassinados no Ceará

Resultado de imagem para Vereadora Jucely ArraisVereadora Jucely Arrais foi executada a tiros em Aiuaba, na tarde desta terça-feira
Com o assassinato da vereadora Jucely Alves Arrais, 36 anos, nesta terça-feira (21), na cidade de Aiuaba, na Região dos Inhamuns (a 430Km de Fortaleza), subiu para oito o número de políticos mortos no Ceará em pouco mais de um ano. Agora, são sete vereadores e um candidato ao cargo executados no estado entre janeiro de 2016 e fevereiro de 2017.
A vereadora Jucely Arrais, conhecida por “Cely” e filiada ao PDT, foi morta, a tiros, por dois pistoleiros na tarde de ontem na residência de familiares, na localidade de Bom Nome, na zona rural de Aiuaba. Ela é a terceira integrante de sua família morta nos últimos meses.
Em outubro passado, um cunhado dela e também político, foi assassinado no mesmo Município. Tratava-se do vereador José Valmir de Sousa, 58 anos, que buscava a reeleição. Ele foi assassinado por pistoleiros logo após participar de um comício na localidade de São Nicolau, na noite de 24 de setembro de 2016. Logo após o crime, um filho dele perseguiu e matou um dos assassinos do pai.
Também no ano passado, um irmão da vereadora, o empresário Juleudy Arrais, conhecido como “Juleudy do Júlio Galdino”, foi morto no dia 4 de julho na cidade de Pio IX, no Piauí, onde era dono de um clube social denominado “J. Arraes”.
Político?
A Polícia de Aiuaba esteve no local do crime colhendo informações que possam identificar os pistoleiros e esclarecer o assassinato. No entanto, o medo de represálias deixou as pessoas em silencia. O caso deverá ser apurado através de inquérito na Delegacia Regional de Polícia Civil de Tauá, onde os familiares da vereadora prestarão depoimento nos próximos dias.
Veja  a lista completa dos políticos assassinados, neste ano, no Ceará:
1 – (4 de janeiro/2016) – Empresário e vereador do Município de Itarema, no litoral Oeste do estado (a 210Km de Fortaleza), José Marcondes Rodrigues (PRB), filiado ao PRB, é assassinado, a tiros, na Praia de Almofala, ao reagir a um assalto (latrocínio).
2 – (13 de abril/2016) – Vereador Antônio Chagas de Oliveira, 48 anos, filiado ao PTB é assassinado, a tiros, durante uma discussão política na porta de um bar na cidade de Catarina, na Região dos Inhamuns (a 394Km da Capital). Dias depois, a Polícia prendeu o assassino, Maike Evangelista Nascimento.
3 – (31 de julho/2016) – Vereador e ex-presidente da Câmara dos Vereadores de Paraipaba (a 115Km de Fortaleza), Manoel Paulino Cavalcante, 62 anos, filiado ao PDT, foi morto a tiros na porta de casa, naquela cidade do Litoral Oeste do Estado. O crime teria sido uma vingança e não teve conotação política.
4 – (20 de agosto/2016) - Policial civil (inspetor) e candidato a vereador pelo Município de Quixeramobim, José Cláudio Nogueira, 51 anos, filiado ao PSB, é assassinado. O crime ocorreu na zona rural do Município de Senador Pompeu (a 273Km de Fortaleza). Posteriormente, a Polícia descobriu que os mandantes do assassinato foram a esposa da vítima e um amante dela. Os dois foram presos, juntamente com os pistoleiros.
5 – (5 de setembro/2016) – O  vereador e candidato à reeleição José Elbio de Almeida Chaves, 39 anos, o “Elbinho”, filiado ao PPS, é morto, a tiros de escopeta calibre 12 e pistolas,  por pistoleiros na cidade de São João do Jaguaribe (a 220Km de Fortaleza).  A Polícia desconfia de que o crime foi motivado por disputa política na região.
6 – (24 de setembro/2016) - Vereador e candidato à reeleição em Aiuaba, na Região dos Inhamuns (a 430Km da Capital), José Valmir de Sousa, 58 anos, filiado ao PSDB, é morto, a tiros, por dois pistoleiros no momento em que deixava o palanque onde participara de um comício na localidade de São Nicolau, na zona rural daquele Município. Logo em seguida, um filho dele matou um dos assassinos e feriu o segundo.  O crime teve motivação política.
7 – (27 de dezembro/2016) – O vereador e presidente ds Câmara Municipal de São João do Jaguaribe, Francisco Anaílde Chaves (PDT), presidente da Câmara Municipal de São João do Jaguaribe, é assassinado por pistoleiros.
8 – (21 de fevereiro/2017) – Vereadora Jucely Alves Arrais, 36 anos (PDT) é assassinada por pistoleiros na localidade Bom Nome, na zona rural do Município de Aiuaba. O crime ocorreu na residência de familiares.
Fonte: Blog do Fernando Ribeiro

0 comentários:

Postar um comentário