Pages

Subscribe:

About

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Secretário André Costa: “A Polícia é a maior defensora dos direitos humanos”

Fortaleza, 28 de janeiro de 2017. Coletiva de apresentaçã dos acusados da morte do cabo da policia militar Francisco Arlindo da Silva Viena Filho. na foto: Andre Costa, secretário de segurançaDurante a cerimônia de troca de comando da Polícia Militar, nessa quarta-feira, o titular da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS), André Costa, afirmou que o momento agora é de “pouca fala e muita ação”. Sobre as repercussões de fala no último sábado, 28, em que disse que o bandido teria as opções de se render, no caso de armado, e ser encaminhado à Justiça, e a de tentar contra a vida dos agentes e ir para o cemitério, o gestor considerou natural que haja interpretações diferentes.
“É natural. As pessoas trazem a interpretação que querem. Não preciso explicar o que eu falei, está muito claro. As ações de segurança têm que ser pautadas na legalidade. Tem gente que interpreta de maneira diversa e a gente tem que respeitar, mas tem muita gente com ideias equivocadas”, apontou o titular da SSPDS que, após a solenidade, acompanhou a operação Passageiro Seguro. Na ação, houve abordagens a ônibus, topiques e táxis com base nas estatísticas da SSPDS e dos sindicatos de ônibus, topiques e táxis.
Ainda comentando a repercussão da fala, André Costa ressaltou que a Polícia é “a maior defensora dos direitos humanos”. “É a Polícia quem defende a vida, quem defende a liberdade e o patrimônio das pessoas”, disse.
Comentando as estatísticas de homicídios de janeiro, ele adiantou que o número foi elevado devido à troca de comandos. “Na última troca (janeiro de 2016) também houve um acréscimo. Este mês conseguimos reduzir bastante os crimes de roubo e aumentar a apreensão de armas de fogo”, citou. Não foi informado quando serão divulgadas as estatísticas do mês.
Trocas de comandos
Houve trocas nos comandos da PM e também na gestão da Polícia Civil. No Batalhão de Choque (BPChoque) assume o tenente-coronel Cícero Henrique Bezerra Lopes. No Comando Tático Rural (Cotar), o major Cleber Ferreira de Mesquita e o Comando de Policiamento com Cães, o tenente-coronel Marcos Franklin. No Comando de Policiamento Especializado (CPE) assume o coronel
Aginaldo Oliveira e o tenente-coronel Keydna Carneiro, como subcomandante.
Já o Comando de Policiamento da Capital (CPC), antes na gestão do tenente-coronel Francisco Souto, agora é coordenado pelo coronel Willamar Lobo Galvão. O coronel Souto assume o Comando de Policiamento do Interior Sul. O tenente-coronel Teófilo Lobo deve deixar comando da 1ª Companhia do 5º BPM.
O coronel Ricardo Moura, que estava no 11º Batalhão de Itapipoca, assume a área da Messejana, em Fortaleza, no 16º BPM.
Na Polícia Civil, o titular do 7º Distrito Policial (DP), no Pirambu, delegado José Jesuíta Barbosa, foi transferido para o 10º DP, no Antônio Bezerra. O delegado Pedro Viana assume como o novo diretor do Departamento Técnico Operacional da Polícia Civil.
“Da mesma forma que o governador me garantiu liberdade para escolher os nomes, de forma coerente passei essa liberdade para o comandante da PM e o delegado-geral. A única coisa que peço é que escolham pessoas que valorizem aqueles que se dedicam à atividade operacional”, ressaltou o titular da SSPDS.
O POVO – Repórter Jéssika Sisnando

0 comentários:

Postar um comentário