Pages

Subscribe:

About

quinta-feira, 23 de março de 2017

Acumulando prejuízo bilionário, Correios agoniza

Prejuízo de R$ 5,5 bilhões em quatro anos expõe o declínio e a péssima gestão da estatal
A estatal Correios, que já foi símbolo de eficiência, agoniza com o acúmulo de prejuízos que, somente nos últimos quatro anos, somam mais de R$ 5,5 bilhões. Chegou ao fundo do poço no governo Dilma Rousseff, fechando 2015 com prejuízo de R$ 2,1 bilhões – o pior resultado desde sua criação, há 354 anos. Para ganhar um “respiro”, suspendeu por um ano regalias aos 117.000 funcionários, quando eles entram em férias. Quando um trabalhador entra em férias, recebe gratificação de um terço do salário. 
Os Correios dobram a gratificação: 70% do salário. Além dos 70% de presente, funcionário dos Correios em férias ganha mais um salário a título de "empréstimo", a ser pago em cinco vezes. No ano da reeleição de Dilma Rousseff, a estatal inventou lucro de R$ 9 milhões ao considerar "receita" R$ 1,1 bilhão não pagos ao fundo Postalis. Os Correios esperam economizar R$ 1 bilhão ao ano com as 5,5 mil adesões ao PDV. Cerca de 10% da folha anual de R$ 10,9 bilhões.
Fonte: A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

0 comentários:

Postar um comentário