Pages

Subscribe:

About

segunda-feira, 27 de março de 2017

Ciro Gomes: “Não tem vontade de ser candidato se Lula for!”

Resultado de imagem para ciro gomesEx-ministro do governo de Luiz Inácio Lula da Silva e ex-governador do Ceará, Ciro Gomes (PDT-CE) torce para que Lula não concorra novamente ao Planalto. Para Ciro, seria um “desserviço” ao Brasil uma eventual nova candidatura de Lula. O pedetista diz que não gostaria de concorrer contra o ex-presidente. “Não tenho a menor vontade de ser candidato se o Lula for”, diz.
Ciro também afirma que não tem interesse em ser vice em uma eventual chapa conjunta com Lula.
Em entrevista à Anna Virginia Balloussier, na Folha de S.Paulo desta segunda-feira, o político cearense criticou ainda o prefeito de São Paulo, João Doria, a quem ele classificou como “farsante”, além do “exibicionista” Sergio Moro e do “golpista” Michel Temer.
“Não tenho a menor vontade de ser candidato se o Lula for. Menos em homenagem a ele e mais porque a tendência é ele polarizar o processo. E eu ficar falando de modelo econômico… Vou ter um papel nobre, vou lá para meus 12%, 15% no mínimo, mas daí dizer para o povo que acredito que vou ser presidente… Não consigo mentir desse jeito”, afirmou.
Ainda sobre Lula:
“Temos longa história de parcerias e diferenças. Votei nele em 1989 [no segundo turno], 2002 e 2006. Na Dilma em 2010 e 2014. Entretanto, acho que nesse momento a candidatura do Lula desserve a ele e ao país. Na melhor das hipóteses, ganha e projeta essa confrontação odienta que está rachando o país. Mas a probabilidade de polarizar e perder é muito alta.”
Ciro não poupou críticas a Temer:
“Ele, para além de ser essa coisa constrangedora de chefe de quadrilha, sendo um velho e notório malversador de dinheiros públicos, virou chefe de um governo de patetas.”
Ciro também criticou o “exibicionismo midiático” do juiz Sergio Moro e sua decisão de coagir Eduardo Guimarães, editor do “Blog da Cidadania”, crítico à Lava Jato. “Mandar prender um blogueiro, tem uma coisa patológica nisso”, avaliou.
Site Brasil 247

0 comentários:

Postar um comentário