Pages

Subscribe:

About

sábado, 1 de abril de 2017

Governo cria 86 ‘boquinhas’ no Rio para Picciani

Resultado de imagem para Leonardo PiccianiGoverno do Rio criou a "Autoridade do Legado" para o ministro administrar
Nada se extingue, tudo se transforma no setor público: governo de Luiz Fernando Pezão decidiu criar no Rio de Janeiro 86 boquinhas para o ministro do Esporte, o carioca Leonardo Picciani  chamar de suas, em uma certa "Autoridade de Governança do Legado Olímpico". Ele poderá distribuir aos aliados cargos com salários de até R$ 22 mil. O novo órgão substitui a APO, a Autoridade Pública Olímpica, "cabide" criado para os Jogos Olímpicos.
A medida provisória estabelece que o novo "cabide" funcionará até 2019, mas nada impede que o prazo seja prorrogado indefinidamente. Oficialmente, a "Autoridade do Legado" cuidará do Parque Olímpico. Algo que a prefeitura, com apoio federal, faria a custo bem mais baixo. O antiga APO morreu sem conseguir justificar sua existência durante os Jogos Olímpicos. Nunca passou de um amontoado de boquinhas.

0 comentários:

Postar um comentário