Pages

Subscribe:

About

quarta-feira, 10 de maio de 2017

A briga entre o juiz e o político

Com o título “A briga entre o juiz e o político”, eis artigo do jornalista Guálter George, editor de Conjuntura do O POVO. Ele aborda a espetacularização que a grande mídia faz em torno do depoimento de lula para o juiz Sérgio Moro. Confira:
É trágico para um País que se pretenda sob uma ordem institucional normalizada que um simples depoimento à justiça seja transformado num espetáculo com as proporções que alcançou o evento de Curitiba, programado para hoje. Há várias culpados pela situação, inclusive a imprensa ao espetacularizar acriticamente cada lance novo da operação Lava Jato, mas a busca de identificação de um responsável principal indicará na sua base fundamental o comportamento errático do condutor do processo, o juiz Sergio Moro.
Sua transformação em anti-Lula, como demonstraram as várias abordagens jornalísticas dos últimos dias, é um sinal mais do que evidente de distorção na postura que o magistrado paranaense passou a adotar a partir de um certo momento. Aquele personagem inicial discreto e de muita ação, de repente se transformou. Redime um pouco a falha jornalística de todos nós o fato de também nas ruas a percepção predominante apontar o magistrado federal como, na verdade, adversário do líder petista, o que fragiliza muito sua condição de julgador. Deveria, pelo menos, se fossem normais os dias que estamos vivenciando.
Moro expôs-se mais do que deveria diante de sua importância para o momento histórico, apresentou nos últimos meses e anos uma agenda social além do recomendado, foi às redes sociais para manifestações inoportunas como a do último final de semana, enfim, tem errado a mão e ajudado, com isso, a pôr mais lenha na fogueira.
Lula, que não é ingênuo, aproveitou-se da situação para levar a disputa do meio jurídico, onde parece irremediavelmente derrotado, para o campo político, que conhece como poucos e onde tem chances reais de vencer Moro. Mesmo que condenado e preso.
Guálter George,
Editor de Conjuntura do O POVO.

0 comentários:

Postar um comentário