Pages

Subscribe:

About

quinta-feira, 4 de maio de 2017

Camilo anuncia que vai implantar BPRaio em todas as cidades cearenses com mais de 50 mil habitantes

Camilo Santana vem, paulatinamente, desconstruindo o projeto de Segurança Pública do seu antecessor, Cid Gomes. Policiais do Ronda do Quarteirão estão migrando, cada vez mais, para as fileiras do BPRaio
O governador Camilo Santana (PT) usou sua pagina no facebook para anunciar mais uma tentativa de combater o avanço da criminalidade no Ceará. Em seu comunicado na rede social e ele informou que pretende ampliar o trabalho do Batalhão de Ronda de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) para todas os Municípios cearenses com população igual ou superior a 50 mil habitantes.
Na prática, Camilo Santana vai, paulatinamente, desconstruindo o projeto de Segurança Pública do seu antecessor no Palácio da Abolição, Cid Gomes, o Policiamento Comunitário ou Polícia Cidadão concretizado através da implantação do Ronda do Quarteirão. Pouco a pouco, os militares  integrantes do Ronda e do Policiamento Ostensivo Geral (POG) estão migrando para as fileiras do BPRaio  após um intenso e rigoroso processo de seleção e curso de formação naquele batalhão.
Hoje, o BPRaio tem bases em sete cidades do Interior cearense. São elas, Juazeiro do Norte, Sobral, Russas, Quixadá, Iguatu, Itapipoca e Crateús.  São quartéis que abrigam várias patrulhas e estas estendem suas ações de patrulhamento para 163 dos 184 Municípios, servindo como bases regionais.
O governador já havia anunciado a instalação de bases em algumas cidades da Região Metropolitana de Fortaleza. Caucaia, Pacajus e Maracanaú deverão ter seus próprios quartéis do BPRaio. Hoje as cidades do cinturão metropolitano da Capital são abrangidas pelo Raio de Fortaleza.  Isso acaba reduzindo o número de patrulhas em atuação nas ruas de Fortaleza.
Nova turma de concursados
No bate-papo com os internautas, o governador anunciou também que em janeiro próximo vai convocar a terceira e última turma dos aprovados no concurso da PM e assim, completar um contingente de 4.200 policiais militares durante seu mandato.
Por Fernando Ribeiro

0 comentários:

Postar um comentário