Pages

Subscribe:

About

terça-feira, 9 de maio de 2017

Operação prende quadrilha formada por policiais civis que fraudava concursos no Piauí

O Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) deflagrou nesta terça-feira (9) a Operação Infiltrados para desarticular uma quadrilha formada por policiais civis suspeita de fraudar concursos públicos. Segundo o delegado Willame Moraes, 28 mandados de busca e apreensão, além de 23 de prisões preventivas, temporárias e conduções coercitivas são cumpridos em cidades do Piauí, Ceará e Pernambuco.
"Dos 23 mandados de prisão, 16 são contra policiais civis que estavam em exercício e foram aprovados no concurso de 2012 no Piauí. Já os demais presos são suspeitos de ajudar a quadrilha na fraude, entre eles um acadêmico de medicina. Esta operação é um desdobramento de uma outra ação realizada ano passado, na qual prendemos pessoas tentando fraudar o concurso público do Tribunal de Justiça", informou.
Conforme o delegado, os mandados cumpridos no Piauí acontecem em Teresina, Campo Maior, Pedro II e São Raimundo Nonato. Outros ocorrem em Fortaleza, no Ceará, e em Araripina, Pernambuco. Os presos estão sendo encaminhados para a Academia de Polícia Civil do Estado do Piauí (Acadepol).
Para o delegado geral da Polícia Civil do Piauí, Riedel Batista, as informações prestadas pelo Núcleo de Concurso e Promoções de Eventos (Nucepe), responsável pelos certames, foram fundamentais para a investigação. A polícia também contou com atuações da Central de Inquéritos de Teresina e do Ministério Público do Estado do Piauí.
G1CE

0 comentários:

Postar um comentário