Pages

Subscribe:

About

terça-feira, 6 de junho de 2017

Aécio não achava que cassação ia até o fim no TSE: "A Dilma caiu e a ação continuou"

A ação contra a chapa Dilma Rousseff - Michel Temer no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), que pode cassar o mandato do presidente nesta terça-feira (6), começou como "um negócio aí para encher o saco" do PT. É o que diz o senador Aécio Neves (PSDB-MG) para o empresário Joesley Batista em conversa informal grampeada pelo delator no dia 24 de março, durante um encontro em um quarto no hotel Unique, em São Paulo.
Posteriormente, Joesley levou o material junto com outras gravações (incluindo uma com Temer) para a PGR (Procuradoria-Geral da República) na negociação do seu acordo de delação premiada, aceito pelo ministro Edson Fachin no STF (Superior Tribunal Federal).
É o senador quem assina, na condição de então presidente do PSDB, o pedido de cassação da chapa impetrado na corte eleitoral pouco após o resultado do pleito em 2014. Na conversa, ele diz a Joesley que não esperava que fosse tão longe: "É uma coisa que não achei que ia até o fim". Depois, complementa: "A Dilma caiu e a ação continuou".
Uol

0 comentários:

Postar um comentário