Pages

Subscribe:

About

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Fim da ousadia! Traficante preso após instalar ponto de venda de drogas a 100 metros da Secretaria da Segurança Pública

O traficante e as duas mulheres foram presos na tarde de ontem por policiais do 3º DP e PMs
Uma denúncia levou policiais do 3º DP (Otávio Bonfim) a desarticular uma quadrilha que resolveu vender drogas em uma residência a menos de 100 metros da sede da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), no bairro Parquelândia. O chefe do tráfico havia fugido do 3º DP no ano passado e instalou o ponto de venda de crack e cocaína numa vila atrás do prédio da Segurança.
A operação foi realizada na tarde de ontem (12) pelas equipes do 3º DP que tiveram o apoio da patrulha SSPDS, responsável por rondas no entorno da sede da Secretaria da Segurança. Quando os inspetores chegaram no local, na Vila Virgínia, localizada na Rua Gustavo Sampaio, o traficante identificado por Luís Valmir de Freitas Moura Júnior, o “Luizinho”, tentou fugir em seu carro, mas acabou abordado e preso.
Duas mulheres que estavam na companhia do traficante correram na hora da abordagem e entraram em uma casa na Vila Virgínia. Os policiais entraram na residência e prenderam, Mayara Nadedjane de Sousa Lima, companheira de “Luizinho”; e Marri Desirreé Barbosa da Silva. O casal já tinha antecedentes pelo crime de tráfico. Já a segunda garota não possuía antecedentes criminais.
Na casa que servia de ponto de venda de drogas, os policiais civis e militares encontraram pedras de crack, celulares, dinheiro, material para embalagem e preparação da droga. Os três foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico.
Foragido
Segundo a Polícia, o traficante Luiz Valmir de Freitas Moura Júnior havia fugido do 3º DP no dia 12 de julho do ano passado e desde então era procurado. Depois de algum tempo desaparecido, ele resolveu montar o ponto de venda de drogas no bairro vizinho à delegacia de onde havia escapado, e a poucos metros da sede da SSPDS, num gesto de ousadia.
Com Blog do Fernando Ribeiro

0 comentários:

Postar um comentário