Pages

Subscribe:

About

quarta-feira, 26 de julho de 2017

Funaro vai delatar propina na eleição de Cunha para presidente

O operador financeiro Lúcio Funaro dirá em sua delação premiada, segundo seus interlocutores, que a eleição de Eduardo Cunha para presidência da Câmara dos Deputados foi comprada. Ele irá confirmar o que disse o empresário Joesley Batista, também em colaboração, de que o dinheiro veio da JBS. Joesley afirma que deu R$ 30 milhões para Cunha "sair comprando um monte de deputado Brasil a fora. Para isso que servia esses R$ 30 milhões". Na ocasião, fevereiro de 2015, Cunha foi eleito em primeiro turno e com o apoio de 267 deputados.
Na sequência
A presidente do STF, Cármen Lúcia, optou por ler a delação de Marcos Valério antes de distribuir para relatoria. O empresário condenado no mensalão cita nomes com prerrogativa de foro.
Fonte: Jornalista Kleber Sales na coluna do Estadão

0 comentários:

Postar um comentário