Pages

Subscribe:

About

quinta-feira, 27 de julho de 2017

TCM devolve para a Assembleia ofício que cobra retratação de procuradora de contas

O presidente do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), conselheiro Domingos Filho, devolveu, nesta quinta-feira, para a Assembleia Legislativa, ofício em que a Procuradoria Parlamentar dessa Casa pede retratação da procuradora-geral de Contas, Leillyanne Feitosa.
Ele informou que o Ministério Público de Contas é um órgão “autônomo” e, portanto, fora da esfera de gestão do TCM.
O ofício foi encaminhado na última semana pelo procurador parlamentar do legislativo estadual, Fernando Hugo (SD), cobrando retratação de Leillyanne que, durante sessão no TCM, qualificou de “moleques” os parlamentares que votaram e aprovaram por 32 a 8 emenda, de autoria de Heitor Férrer (PSB), extinguindo o Tribunal de Contas dos Municípios.

A procurador-geral do Ministério Público de Contas, Leillyanne Feitosa, disse, em coletiva no órgão, nesta manhã de quinta-feira, que não havia sido notificada sobre ofício que pede retratação. Durante sessão do TCM, ela chamou de “moleques” os deputados estaduais que votaram e aprovaram a PEC que extingue o TCM.
Ela deixou claro que, desde 1988, o MP de Contas é um “órgão autônomo” e “fiscal da lei”. Elogiou a posição do presidente do TCM, Domingos Flho, que devolveu o ofício à AL baseado nesse princípio. Leillyanne Feitosa avisou que, se vier algo “juridicamente correto”, acatará.
A procuradora-geral informou ainda que, a partir de agora, só falará “tecnicamente” e, se for provocada, dentro das vias legais, saberá se manifestar.

0 comentários:

Postar um comentário