Pages

Subscribe:

About

segunda-feira, 10 de julho de 2017

A quadrilha fortemente armada trocou tiros com PMs e levou pânico a moradores e integrantes de banda de forró


Houve uma intensa troca de tiros e dois integrantes da equipe de uma banda de forró acabaram saindo feridos. 
A ação audaciosa de uma quadrilha de assaltantes, na madrugada de ontem, levou momentos de terror às pessoas que residem nas proximidades do Banco do Brasil (BB) da cidade de Ipueiras, localizada a 298 quilômetros da capital cearense. De acordo com informações repassadas pela Polícia Militar, por volta de uma hora da madrugada de ontem, um grupo fortemente armado e composto por cerca de 12 a 15 homens, explodiu o cofre daquela agência bancária, mas uma equipe da PM, que fazia rondas pela região aproximou-se e foi recebida a bala. Houve uma intensa troca de tiros e dois integrantes da equipe de uma banda de forró acabaram saindo feridos. Volume roubado não foi divulgado.
Isso aconteceu porque, no exato momento em que policiais e bandidos trocavam tiros, o ônibus da banda João bandeira e Forró do Mestre passava naquela área da cidade, pois estavam se dirigindo para Ipu, onde realizariam uma apresentação. Vários disparos acabaram acertando e perfurando a lataria do veículo e quatro deles atingiram a proprietária da banda, Eliene Bezerra Nogueira, que teve de ser levadas às pressas para a Santa Casa de Sobral, onde passou por uma cirurgia de emergência. O procedimento durou algumas horas e ele permanece internada, em recuperação. Segundo informações prestadas pela equipe do hospital, seu quadro clínico inspira cuidados.

Outra vítima
O empresário da banda, identificado como Elton Rodrigues, também foi vítima da ação criminosa e acabou levando dois tiros na coxa. Ele foi levado ao mesmo hospital, recebeu atendimento de urgência e foi liberado pouco tempo depois, tendo em vista que seus ferimentos foram menos graves. Os demais integrantes do grupo musical que também estavam no ônibus ficaram bastante assustados com o ocorrido e alguns precisaram receber tranquilizantes, mas ninguém mais foi atingido pelos disparos.
Enquanto isso, os policiais que perseguiam a quadrilha, que seguiu em fuga pela CE-187, em três carros e algumas motos, acabaram sendo surpreendidos por grampos metálicos jogados na pista e tiveram os pneus das viaturas furados, fazendo com que a ação de captura dois assaltantes fosse frustrada. Sabe-se, entretanto, que o bando utilizou armas de grosso calibre, como pistolas semiautomáticas, rifles e escopetas. Foi acionado reforço policial de cidades vizinhas, mas até o fechamento desta edição, nenhum dos bandidos havia sido capturado.
Foto 2: Nordeste Notícias
Com blog do Macário

0 comentários:

Postar um comentário