Pages

Subscribe:

About

quarta-feira, 19 de julho de 2017

Precisamos ser grandes para o país deixar de permanecer apequenado

Ou o Brasil joga o atraso no lixo, ou o atraso jogará o Brasil no lixo!
Desde os meus tempos de adolescente, eu e meus irmãos e amigos sabíamos na ponta da língua, de tanto ouvirmos falar nas aulas e nas notícias que ouvíamos no rádio, das riquezas do nosso querido País. Riquezas inigualáveis. Vejamos algumas delas: a) tem o melhor clima do mundo, bastante diversificado dentro do seu próprio território; tropical no Norte, semi-tropical e temperado no Centro e de um frio europeu sem os rigores de lá, na região Sul; b) tem um solo fértil que, em grande parte, produz 2 a 3 safras anuais; c) tem a maior floresta do mundo, que oferece ar puro ao globo terrestre; d) possui as maiores riquezas minerais da terra; e) possui a maior costa marítima do mundo, fonte inesgotável de alimentos. Além disso tudo, um povo bom, ordeiro e paciente. E ficamos a perguntar por que, apesar de tantos benefícios concedidos por Deus, o nosso querido Brasil ainda não conquistou o seu lugar entre as maiores potências do mundo. Vive sempre endividado, sempre desorganizado, com índices sociais que nos envergonham e governantes a desejar e políticos desmoralizados. O que é preocupante é que estamos caminhando para trás. Na minha juventude, nos encontros culturais e científicos, prevíamos pelos dados da época, um Brasil grandioso ao final do século XX. Tínhamos tudo para dar certo. Mas não deu. Para o Brasil ser uma superpotência econômica no século XXI, temos que lutar muito, sabendo escolher os mais capazes, os mais competentes para assumirem o comando de nossas Casas Legislativas e da Presidência da República. É triste a nossa situação atual. Milhões de brasileiros que vivem na miséria, pessimamente assistidos pelo SUS, única forma de socorro para 80% da população desesperançada e angustiada. Vamos repensar o nosso Brasil. Só mudaremos quando os políticos pensarem grande, quando firmarem um pacto com seus eleitores, pacto de credibilidade, sabendo que a política é a promotor a do bem comum e com ética é uma das mais elevadas atividades humanas. Vamos batalhar todos, políticos e povo, pobres e ricos, para fazer a nossa nação engrandecida, com prestígio internacional. Milhões de Zés e Marias esperam “redescobrir” o Brasil, entoando o canto da esperança nos seus vilarejos, nas suas cidades, nos seus barracos, traduzindo cada um na canção de cada dia, as tristezas e as alegrias, o amor e a fé, o sonho e a luta de poder viver em um Brasil próspero e feliz.

0 comentários:

Postar um comentário