Pages

Subscribe:

About

sábado, 22 de julho de 2017

Segurança: mais 1.400 aprovados no concurso da Polícia Militar iniciam formação profissional

Mais 1.400 aprovados no Concurso Público para carreira de praças da Polícia Militar participaram da Aula Inaugural do Curso de Formação Profissional, no Centro de Eventos do Ceará, nesta sexta-feira (21). O número, relativo à 2º turma, se soma aos primeiros 1.400 aprovados da 1º turma, que iniciaram a preparação em abril e já vão operar em setembro próximo. Além dos dois grupos, uma terceira turma também será chamada antecipadamente para reforçar a segurança pública do Estado.
“Assim que a primeira turma sair, vamos chamar a terceira. A ideia é que, o mais rápido possível, a gente possa ter esses 4.200 homens nas ruas”, afirmou o governador Camilo Santana, durante a solenidade de abertura do curso. “O papel da  Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará (Aesp) não é só formar, mas capacitar esses policiais. A reciclagem desses profissionais é muito importante”, emendou.
Santana enfatizou, ainda, a importância desses novos 4.200 agentes — um acréscimo de 25,7% ao efetivo —  na ampliação de novas unidades do Batalhão de Policiamento de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) no Interior e Região Metropolitana de Fortaleza, e na redistribuição de policiais nas ruas. “Até o fim do meu governo, todo policial terá uma arma individual, não só para garantir a sua segurança, como a defesa do povo cearense”, acrescentou. O chefe do Executivo também afirmou que vai adquirir coletes individuais, além de novas 300 motos e 600 viaturas para integrar à frota de segurança estadual.
Com discurso de motivação e boas-vindas, o secretário da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), André Costa, parabenizou o empenho dos futuros praças na busca por um Ceará mais protegido. “São jovens, todos estão bem animados, empolgados, firmes no propósito de colaborar com a população; empenhados por um Ceará mais Seguro. A gente percebe isso no olhar deles. Eles estão com essa garra, de fazer diferente nas ruas”, reconheceu.
Futuro e carreira

As aulas são o pontapé para a construção de uma carreira consolidada. Pelo menos é assim que Rosemberg Oliveira, 21, enxerga o futuro. Filho de militares, o desejo por seguir na área de segurança veio ainda criança. “Estou me preparando há um tempo e tudo está acontecendo conforme o planejado”, atestou. E as projeções, ele conta, continuam: “Quero ter sucesso dentro da corporação da Polícia Militar. Estou visando terminar a minha graduação para, enfim, ser um oficial”.
Diferentemente de Rosemberg, Jéssica Almeida, de 23 anos, não tem parentes na carreira militar. Guarda municipal no município de Crateús desde 2014, ela garante que a escolha pelo ofício veio dos afetos. “Gosto muito da área de segurança. Eu tenho um amor, uma paixão, e quero seguir”, resumiu. Para tornar o sonho possível, a cratense promete dedicação.  “Procuro sempre chegar ao máximo que eu puder”.
A dedicação, por outro lado, também exige compreensão da família. A estudante Vitória Menezes, 23, acompanhou o marido, Cícero Sousa, também de 23 anos, na aula inaugural, junto aos pais dele. Ela certifica que é preciso “muita paciência” durante o período de estudo e preparação. “Ele está se dedicando, estudando para o psicotécnico. Eu sempre acompanho”, confirmou. O que a deixa preocupada, entretanto, é a insegurança a que ele pode estar sujeito no expediente. “A gente é apegada a Deus. Não vai acontecer nada”, emocionou-se.
O curso
Ao todo, serão cinco meses de aulas, somando 1.020 horas de estudo. A turma vai operar, portanto, a partir de dezembro deste ano. A base curricular é da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp): Ética policial, Sociedade, Tiro Defensivo, Direitos Humanos, Polícia Comunitária, Gestão de Conflitos, Defesa Pessoal, Eventos Críticos, Atendimento de Emergência, Direção Veicular Aplicada, entre outros.
Como medida de antecipação da convocação da 2º turma, as três primeiras semanas de aula acontecerão no Centro de Eventos do Ceará. A partir da quarta semana, os alunos serão direcionados para a sede da Aesp e para as unidades da PM-CE (Capital e Interior).
Fotos: Carlos Gibaja e Marcos Studart  /  Governo do Ceará
Repórter Caio Faheina / Célula de Reportagem

0 comentários:

Postar um comentário