Pages

Subscribe:

About

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Crime misterioso: Pai-de-santo é suspeito de matar e enterrar a companheira ao descobrir que estava sendo traído

Rosiane Dantas foi assassinada e enterrada    Lucas Matias de Lima, o marido, está foragido
Subiu para 166 o número de mulheres assassinadas no Ceará em 2017. O mais recente feminicídio foi registrado nesta terça-feira (8), na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), onde o corpo de uma mulher que estava desaparecida foi encontrado ocultado em uma cova rasa nos fundos de uma residência onde também funcionava um terreiro de Umbanda.
O assassinato seguido de ocultação de cadáver aconteceu no Distrito de Monguba, no Município de Pacatuba (a 25Km de Fortaleza).  A Polícia Civil trabalha numa linha de investigação que aponta, a princípio, a hipótese de crime passional. O marido da vítima, e principal suspeito do assassinato,  chegou a registrar um Boletim de Ocorrência (B.O.) na Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) do Município, alegando que a companheira havia “sumido” após uma discussão entre o casal na última segunda-feira (7).
Na tarde desta terça-feira (8), o corpo de Rosiane Dantas da Silva foi encontrado enterrado na parte dos fundos da residência onde o casal morava e ali realizava sessões de Umbanda. Uma equipe da Perícia Forense do Ceará (Pefoce) esteve no local fazendo os primeiros levantamentos. A causa da morte ainda será revelada após exames que serão realizados pela Coordenadoria de Medicina Legal.
Suspeito
O pai-de-santo Lucas Matias de Lima,  companheiro da vítima, compareceu na DDM de Pacatuba na manhã de ontem (8), alegando que Rosiane havia desaparecido após uma discussão. Ele teria descoberto no aparelho celular da mulher uma conversa dela com outro homem. Apesar de estarem juntos há cerca de 14 anos, Lucas e Rosiane passaram a se desentender por conta de ciúmes. Segundo ele, ela teria arranjado um namorado e, por conta das desavenças, queria que ele saísse de casa.
O suspeito chegou a afirmar, ainda, que procurou a mulher, mas não a encontrou. Esteve na casa dos pais dela e comunicou o “sumiço”.
A delegada Marta Monteiro, titular da DDM de Pacatuba, já está à frente das investigações. Segundo ela, ainda ontem, o inspetor Moacir esteve na residência do casal e desconfiou ao encontrar a residência com o piso lavado. Lucas alegou que a geladeira havia “descongelado” e foi preciso lavá-la, daí o piso estar molhado.
Com a descoberta do corpo da mulher, o pai-de-santo desapareceu, o que reforça a suspeita de ter sido ele o provável responsável pelo assassinato da companheira. “Estou aguardando a presença dos familiares da vítima para iniciar os depoimentos”, explicou Marta Monteiro.  As buscas ao suspeito estão em andamento.
Fonte: Blog do Fernando Ribeiro

0 comentários:

Postar um comentário